Os eleitores se revoltaram com a arrogância do candidato a prefeito e gritavam em coro que este era mentiroso e que União Bandeirantes é terra de gente honesta e trabalhadora.

Na última terça-feira (25), o candidato à prefeitura de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB) da coligação “Juntos Por Uma Porto Velho Melhor” foi vaiado e chamado de mentiroso pelos moradores do Distrito de União Bandeirantes, que o aguardavam no campo de futebol da Igreja Católica da localidade para um encontro.

De acordo com informações dos moradores, Hildon aterrissou em seu luxuoso helicóptero para cumprir agenda de campanha e foi recebido por quase 10 seguranças armados que o esperavam em terra. Por conta dessa ação truculenta, a população promoveu a “recepção” pouco favorável para o tucano, que ficou apenas quarenta minutos no Distrito.

Os moradores se revoltaram com a arrogância do candidato a prefeito e gritavam em coro que este era mentiroso e que União Bandeirantes é terra de gente honesta e trabalhadora. “Ele chegou aqui todo prepotente e arrogante, não se ganha uma eleição assim, ainda chega com quase 10 seguranças armados com pistola como se aqui só existissem bandidos, aqui não é perigoso Dr. Hildon, pode se tranquilizar que somos pessoas de bem”, desabafou um dos moradores que preferiu não se identificar, revoltado com a atitude de Chaves.

Para a grande maioria dos moradores de União Bandeirantes, Hildon Chaves transmitiu uma imagem de homem altamente correto, mas que aos poucos deixou sua mascara cair e sua verdadeira face veio a tona. “Ele é um ex-promotor que na época deveria dar atenção à área da saúde e não fez absolutamente nada. Estava mais preocupado em ganhar contratos para enriquecer enquanto a população sofria nos leitos dos hospitais! Quantas pessoas morreram com essa negligência do Dr. Hildon, que deveria fiscalizar e não fiscalizou?”, falou outro morador do Distrito, que se identificou apenas como Carlos Augusto.

Comentários

comentários