A sessão de quarta-feira, dia 14, foi acompanhada por centenas de  servidores.

Na manhã de terça-feira, dia 13, os servidores municipais  de Rolim de Moura, receberam uma surpresa do Executivo Municipal, criou um projeto com alterações nas  Leis Complementar nº 003/04; 148/13; 216/16, suprimindo os direitos das gratificações.

Ao tomar conhecimento a  direção do SINSEZMAT, de imediato solicitou uma audiência com o executivo, conforme o oficio de nº 546/2016 SINSEZMAT, mas não foi atendido. No mesmo ato o sindicato enviou também ao Presidente da Câmara Municipal,  João Rossi Junior, um oficio 545/2016 SINSEZMAT, solicitando  uma reunião urgente.

Então na manhã de quarta-feira, dia 14, as 07h30min, a direção do (SINSEZMAT), se reuniu  na  Câmara Municipal de Rolim de Moura, em uma sessão extraordinária com vereadores abrindo canal para negociação  junto ao Executivo Municipal para tratar sobre a alterações nas  Leis Complementar nº 003/04; 148/13; 216/16.

A mudança nas leis seriam as seguintes; tirar o auxilio alimentação de quem esta de auxilio doença, para quem tiver mais de três dias de atestado medico. As direções de escola não serão mais por eleição e sim por nomeação; a gratificação dos profissionais que desenvolvem atendimento educacional especializado com alunos com necessidades especiais; a gratificação do ensino superior, tirar o direito dos especialistas interprete de libras a inclusão; colocar o adicional de pós somente para os concluídos após a posse; a gratificação de docência do ensino fundamental pedagógico.

O não pagamento do adicional de especialização dos auxiliares educacionais e assistentes em qualquer nível (zeladora, merendeiras, motoristas, vigias entres outros), também seria excluído.

A reunião foi comanda pelo Presidente da Câmara Municipal, João Rossi Júnior “Juninho”(PTB), juntamente com parlamentares, Rivanildo Riva (PTC), Roberto Diniz (PMDB) Gerson Bastos (SDD), Sérgio Sequessabe (PSD), Fabricio Melo (PHS), Diego Freitas Tassi (DEM) e Marcio Mateus(PT).

A sessão de quarta-feira, dia 14, foi acompanhada por centenas de  servidores, que lotaram o plenário da Câmara Municipal e permaneceram ate o final da votação e para contentamento dos servidores todos os vereadores presentes votaram por unanimidade contra a alterações nas  Leis.

O projeto lei nº 174/2016, que seria para alterar a alíquota do segurado de 11% para 13%, foi feito um substitutivo  e continuou nos mesmo 11%. O servidores comemoram  a iniciativa dos vereadores, uma vez que se o projeto fosse aprovado causaria enormes prejuízos aos trabalhadores do serviço público de Rolim de moura.

Assim, o SINSEZMAT buscou apoio junto ao legislativo municipal, para que o funcionalismo público mais uma vez não seja sacrificado, para que a administração solucione suas questões com a inibição do rendimento financeiro do servidor, este que tanto contribui para o crescimento do município de Rolim de Moura.

“Quero agradecer o apoio do legislativo que está intervindo junto ao Executivo Municipal  e por manter sempre o dialogo com sindicato e aos servidores”, comentou Felipin.

Esta vitória é o resultado das mobilizações e dos esforços do sindicato de uma categoria forte e atuante que não se deixa intimidar e continua firme frente às suas reivindicações. A vitória não é só do sindicato, mas sim de toda a categoria. “Só conquista, quem luta, pois sindicato somos todos nós”, destacou Felipin.

Comentários

comentários