Aumentou a quantidade de candidatos que tirou zero na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O acesso às notas do Enem 2016 foi liberado nesta quarta-feira (18).Em 2015, 53 mil participantes ficaram com nota zero. Nesta edição, 84.236 ficaram com essa situação.

O nota zero foi por conta, segundo o Ministério da Educação, por causa de um dos seis motivos abaixo: fuga ao tema, cópia de texto motivador, texto insuficiente, não atendimento ao tipo textual, parte desconectada e fere direitos humanoshttp://www.ac24horas.com/wp-admin/edit.php

Além disto, nesta edição, houve ainda 206.127 mil pessoas que ficaram com nota zero por causa do não comparecimento ao segundo dia ou por deixar a redação em branco.

O principal motivo para a anulação (46.874 candidatos) foi fuga ao tema. Quase 5 mil alunos tiveram seus textos desconsiderados pela banca examinadora por ferir os direitos humanos, impeditivo previsto em edital.
O MEC não divulgou detalhes sobre os motivos da anulação em 2014.

O tema cobrado na última edição do Enem foi “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil.”
Em 2016, só 77 participantes do exame conseguiram alcançar nota mil na redação, segundo o MEC. O número é menor do que o registrado no ano anterior, quando 104 candidatos conseguiram nota máxima. Em 2014, foram 250 redação com notas mil.

Comentários

comentários