“O PODE DA CANETA”, AINDA É DO DR HILDON – O Combatente