O deputado e líder do governo na Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), integrou comitiva em reunião com o governador Confúcio Moura (PMDB), na manhã desta terça-feira (31), no gabinete do chefe do executivo, composta pelo prefeito de Presidente Médici, Edilson Alencar (PSDB), o engenheiro químico e responsável pela empresa Kin Máster, Nilton Bonelli, o secretário de agricultura Fábio Lopes e da saúde Rubi Ferreira Costa (sargento Rubi).

No encontro, o principal tema foi a possibilidade de o governador conseguir junto a Anvisa ou o Ministério da Agricultura a agilidade do processo para liberação do Serviço de Inspeção Federal (SIF) para que a Kin Master possa produzir e exportar o produto Heparina em Rondônia.

Segundo o engenheiro químico Nilton Bonelli, com esta demora a empresa fica impossibilitada de exportar o produto, podendo inclusive fechar as portas, deixando de gerar empregos e renda para o Estado de Rondônia. “Atualmente produzimos e enviamos para a matriz em Porto Alegre que possui o registro, mas com uma nova portaria ficaremos impossibilitados até de enviá-los” salientou.

O deputado Laerte Gomes frisou que os membros do órgão americano que regula e controla a licença de medicamentos (FDA) virão a Rondônia para inspecionar a fábrica, pois tem interesse em importar o produto, mas “sem o SIF de nada adiantará. Com isso perde Rondônia com empregos e geração de renda”.

A heparina é um fármaco anticoagulante extraído da mucosa das vísceras (tripas) de bovinos, portanto, Rondônia possui grande quantidade de matéria prima, no entanto, com o entrave na liberação da documentação entre Anvisa e Ministério da Agricultura, todo o processo de fabricação poderá parar.

A empresa pode no pico de produção empregar até 50 funcionários de forma direta, informou Nilton.

O governador Confúcio, que também é médico, salientou a importância do medicamento que é utilizado especialmente em pacientes que necessitam de hemodiálise, em pós-cirúrgicos e com problemas circulatórios. “Não podemos perder uma fábrica como esta”, disse e se comprometeu em verificar o andamento da situação em Brasília.

Asfalto

O deputado Laerte Gomes também solicitou ao governador o apoio junto ao DER para que mesmo agora no período chuvoso, consiga liberação de maquinários para a realização de serviços de recapagem em vias de Presidente Médici.

O parlamentar salientou que possui cerca de R$ 700 mil em emendas que não foram destinadas, ainda, de 2016 e irá destinar outros R$ 300 mil para este ano com esta finalidade. “Com isso o município terá R$ 1 milhão para este fim, solucionando grande parte dos problemas de trafegabilidade”.

O cronograma de atividades para este serviço e liberação das emendas do deputado Laerte serão tratadas diretamente com o secretário Ezequiel Neiva.

 

Despacho

O prefeito Edilson também despachou com o governador a cedência de servidores da saúde e educação para auxiliar em áreas chaves do município, com ônus para Médici.

O secretário de saúde, Sargento Rubi, pediu ao governador quanto a questão do tratamento a Febre Amarela. Confúcio pediu que seja realizada imunização através de vacinação em toda a população. “Solicite a vacina a Agevisa, é de graça e façam campanha de vacinação, especialmente na população rural”, orientou o governador.

Comentários

comentários