NO PAÍS DE UM QUADRO NIGÉRRIMO E SEM LUZ NO FIM DO TÚNEL – O Combatente