Petrobras justificou aumento por "convergência com paridade do mercado internacional"

A partir desta hoje  sexta-feira, 1º de setembro, o litro do combustível ficará 4,2% mais caro nas refinarias. O mais novo reajuste da gasolina foi anunciado pela Petrobras na quinta-feira, 31 de agosto.

Desde que a Petrobras mudou sua política de preços, a gasolina foi reajustada em 10,1%. Somente no mês de agosto, o litro da gasolina sofreu alta de 7,31%.

O reajuste afetará também o preço do diesel, que também ficará mais caro: 0,8%. O aumento desencadeará o efeito cascata nos demais serviços como, por exemplo, no preço do frete e, por conseguinte, no preço final das mercadorias e gêneros de primeira necessidade.

Comentários

comentários