“Independência ou morte?” – riquezas produzidas nos Municípios ficam para União   – O Combatente