FRONTEIRAS ABERTAS E CARROS ROUBADOS:  BRASIL E BOLÍVIA TÊM QUE RESOLVER ESSES IMPASSES – O Combatente