Os candidatos que fizeram a prova do Enem em 2017 já pode consultar os resultados individuais nesta quinta-feira (18), na Página do Participante (clique aqui). A divulgação foi antecipada em um dia em relação ao calendário inicial.

Para fazer a consulta, o estudante precisa informar o CPF e a senha cadastrada na inscrição. Aqueles que prestaram o exame como treineiro, no entanto, terão o resultado liberado após 60 dias do prazo regular, assim como os espelhos de correção das redações.

Com a nota do Enem, os candidatos poderão se inscrever no Sisu entre 29 de janeiro e 1º de fevereiro. O sistema seleciona, a partir da nota do Enem, candidatos para instituições de ensino superior. No ano passado, foram ofertadas 238.397 em 131 instituições no primeiro semestre.

O resultado do Enem também pode ser usado para conseguir bolsas de estudo em instituições privadas, pelo ProUni (Programa Universidade para Todos, e para obter financiamento pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

No app Quero minha nota!, da Folha, feito em parceria com a empresa TunEduc, é possível ter uma estimativa bem precisa das possibilidades de ingresso no ensino superior público pelo chamado SISUmetro.

No Enem de 2016, só um em cada dez colégios com as maiores médias por escolas eram públicos –quase todos federais, técnicos ou de aplicação.

folhapress

Comentários

comentários