Objetivo é intensificar as ações de prevenção a fraudes e aumentar a transparência

A Controladoria Geral do Município (CGM) adotou nova metodologia de fiscalização e controle para prevenir fraudes e incentivar a transparência nos processos de licitação geridos pelo Município. O primeiro relatório, resultante da aplicação desse novo modelo de estudo, foi entregue ao prefeito Hildon Chaves na manhã desta segunda-feira (9/7).

A entrega do documento foi feita durante reunião que, além controlador Geral do Município, Boris Alexander, contou com participação do controlador Geral do Estado, Francisco Netto e das equipes do Observatório da Despesa Pública.

Segundo o controlador Geral do Município, o relatório é referente ao último triênio de 2016. “Esse estudo detectou pontos que precisam ser melhor observado pelo gestor. Por conta disso, a CGM fez algumas recomendações a despeito de alguns vícios que perduram nos processos licitatórios”.

A nova metodologia de controle de contas foi desenvolvida pelo Observatório da Despesa Pública (ODP), integrado pela Controladoria Geral da União, a Controladoria Geral do Estado e a CGM. “Esse trabalho em conjunto deve melhorar a gestão dos recursos públicos no quesito transparência”, explicou Bóris Alexander.

O trabalho da CGM foi elogiado pelo prefeito Hildon Chaves, uma vez que, segundo ele, a sua administração preza pela transparência. “Vamos nos adequar às demandas apresentadas o quanto antes, com prioridade e atendendo as recomendações dadas”, explicou, acrescentando que, em seis meses, o índice de transparência do Município aumentou de 64,83% para 91,9%.

Comdecom

Comentários

comentários