Investidores poderão participar da pré-qualificação e classificação para a elaboração e aprovação de projetos para construção de prédios sob medida para locação ao Tribunal de Justiça de Rondônia

Bancos não assinaram ultratividade, mas aceitaram calendário proposto pelo Comando com rodadas nos dias 19 e 25 de julho, além do dia 1º

Apesar de negarem a assinatura da ultratividade que assegura os direitos da categoria, os representantes da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), na segunda rodada de negociação com o Comando Nacional dos Bancários realizada na tarde de ontem, 12/7, em São Paulo, aceitaram o calendário proposto pelos representantes dos bancários, e se comprometeram a apresentar uma proposta final aos trabalhadores até 1º de agosto.
O Comando reiterou a importância do pré-acordo para manter a validade dos direitos da categoria, pois é de extrema importância dar esta segurança aos bancários.
“Apesar dos bancos ainda se recusarem a assinar a ultratividade, foi um passo importante ao aceirarem o calendário por nós apresentado, pois garante o compromisso de negociações mais efetivas e uma proposta final até 1º de agosto”, afirmou José Pinheiro, presidente do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB-RO) e que participa pessoalmente das negociações com o ramo patronal.
O Comando Nacional dos Bancários cobrou e os negociadores das instituições financeiras reforçaram que respeitarão a negociação em mesa nacional e unificada.
“Queremos resolver a campanha na mesa de negociação, pois sabemos que os bancos estão lucrando mesmo neste momento de crise econômica, e por isso entendemos que podem atender às nossas reivindicações, podem fechar logo o acordo, sem colocar em risco os direitos dos bancários”, ressaltou Pinheiro, que também destaca que os bancários devem continuar atentos e mobilizados, participando de todos os atos promovidos pelo Sindicato em defesa dos bancos públicos, defesa do emprego, por direitos e por melhores salários e condições de trabalho.

CALENDÁRIO DE NEGOCIAÇÕES FECHADO
O calendário proposto pelos representantes dos trabalhadores também foi aceito pelos negociadores dos bancos.
A próxima rodada será realizada em 19 de julho, sobre o tema saúde e condições de trabalho.
O calendário de negociação
No dia 25 de julho a mesa tratará sobre o tema Emprego.
No dia 1º de agosto sobre as cláusulas econômicas, o que inclui o aumento real de 5% reivindicado pela categoria.

BB E CAIXA
Nesta segunda rodada de negociação, o Comando Nacional mais uma vez defendeu a mesa única de negociação e cobrou do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal que discutam as reivindicações específicas dos bancários das duas instituições em sintonia com o calendário da Fenaban.
Haverá negociações específicas do BB e da Caixa nesta sexta-feira 13, ambas em São Paulo.

Comentários

comentários