Parlamentar ressaltou que população está cada vez mais esclarecida e politizada 

 

Em seu pronunciamento na sessão da ALE desta terça-feira (16), o deputado Léo Moraes (Podemos) parabenizou os colegas parlamentares, pela participação no processo eleitoral e pela coragem de enfrentar as urnas e o reconhecimento da população, frente aos trabalhos desenvolvidos pelos pares, nos últimos anos. 

 

“A população está cada vez mais esclarecida, mais politizada, mais consciente do poder transformador do voto e de que é, através da democracia e do ato cívico que se lapida os representantes, de todos os níveis de governo”, declarou Léo Moraes. 

 

O parlamentar agradeceu os cerca de 70 mil votos, que o elegeram deputado federal. “Quero de público agradecer todas as pessoas que depositaram seu voto de credibilidade na nossa candidatura. Sairei da Assembleia Legislativa para outro projeto no Congresso Nacional, onde também serei representante do povo rondoniense com muita dedicação e afinco”, 

 

Léo Moraes destacou ter saído de um projeto que poderia lhe garantir uma reeleição na Assembleia para enfrentar um desafio sem saber o que iria encontrar. 

 

Segundo Léo, a expressiva votação nas urnas, representa o reconhecimento das pessoas que, assim como ele, acreditam que “o balcão de negócio não é o melhor caminho, que a troca de favores está por acabar e que a postura e o posicionamento valem mais que um mandato confortável e cômodo”. 

 

O deputado disse que em seis anos de vida pública fez o máximo para se dedicar a projetos coletivos, de classes, categorias, entidades, profissionais liberais e voltados ao setor produtivo. 

 

“Tentamos sempre construir um mandato muito plural e versátil, para que possamos alcançar o maior número de pessoas, afinal, político não pode se dar ao luxo de trabalhar em uma só demanda e sim, estar preparado para discutir todos os assuntos, que chegam a essa Casa de Leis”, ressaltou Léo Moraes. 

 

O deputado enfatizou que a população de Rondônia lhe garantiu a primeira colocação na Câmara Federal. 

 

“Isso me envaidece muito pouco, mas me motiva demais para fazer um trabalho diferente no Congresso Nacional. Quero manter o compromisso que nós não vamos a passeio nem a lazer, quero levar o protagonismo de Rondônia para que sejamos respeitados como o Estado que não somente paga salário em dia, mas que tem gente que sabe o que quer para o dia de amanhã”, concluiu. 

Comentários

comentários