O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, e o secretário municipal de Educação, César Licório, inauguraram oficialmente, na manhã desta segunda-feira (26/11), as salas de aulas construídas por meio de convênio com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), que recebeu recursos de emenda do deputado estadual, Aélcio Costa.

Cinco escolas foram contempladas, cada uma com três novas salas de aula. Juntas as unidades vão oferecer mais 800 vagas na rede municipal de educação. Para representar a entrega das quinze salas, que já estão prontas para uso, foram realizadas duas solenidades, uma na escola Canto do Uirapuru, no bairro Aeroclube, zona Sul da cidade, e outra na escola Pingo de Gente, no bairro Ulisses Guimarães, setor Leste da capital.

O prefeito Hildon Chaves lembrou que, por conta dos investimentos que o Município vem realizando na educação, o setor saiu de uma estagnação no IDEB que já perdurava dez anos. “Nossas escolas, durante uma década, não conseguiam avançar. Conseguimos saltar de uma média de 4.7 para 5.1. Sem contar as escolas que aumentaram em 100% seu rendimento, segundo a avaliação 2018 do MEC”, salientou o prefeito. “Isso graças aos esforços da prefeitura em melhorar suas unidades, capacitar seus professores e gestores, disponibilizar o material necessário e devida logística. Muito ainda é preciso ser feito, mas estamos no caminho certo”, acrescentou Hildon Chaves.

O chefe do Executivo Municipal também agradeceu o esforço da equipe técnica da Semed e o empenho do deputado Aélcio. “Saiba, deputado, que sua emenda foi muito bem destinada. Porque, quando se investe em educação, se investe no futuro. Estamos ajudando a construir pessoas que poderão transformar nossa sociedade em algo melhor. O que essas crianças vão ser no futuro depende das políticas públicas adotadas agora. E esse é o nosso maior tesouro”, disse ele.

Economia

O prefeito disse ainda que, por meio de emendas parlamentares, o município garante novas salas de aula de forma rápida, proporcionando um ambiente mais confortável e seguro e gerando economia. “Veja que, hoje, nós temos extensões com três, quatro salas que demandam por profissionais para administrar, professores para lecionar, custeio com aluguel, energia, água, toda uma estrutura que muitas das vezes não é a ideal. Temos algumas delas com custo mensal de cerca de oito a dez mil só com aluguel. E com essas novas salas, economizamos esse recurso, oportunizando que nossas crianças estejam num local realmente adequado”, observou.

Para o secretário César Licório, a entrega das salas significa o atendimento a boa parte da atual demanda. “A chamada escolar nos apontou um cadastramento de mais de sete mil crianças que estão fora da sala de aula. Ofertamos cinco mil vagas para 2019. Em breve, no Orgulho do Madeira, conseguiremos atender mil crianças e, com a entrega dessas 15 salas, atenderemos outras 800”, acentuou, acrescentado que há mais projetos em andamento.

“Queremos que nossas crianças sejam educadas. A destinação de emendas para esse tipo de obra nos beneficia e muito. O que conseguirmos economizar com a extinção de extensões vamos aplicar em novos projetos”, informou.

O deputado estadual Aélcio Costa se disse feliz por poder ajudar na construção de uma nova Educação municipal. “Só investindo na educação teremos um futuro melhor para essas crianças e seus familiares. Nossas emendas, com certeza, farão a diferença na rede de ensino de Porto Velho. Queremos escolas cada vez mais amplas, confortáveis, que as crianças tenham acesso à escola para assim ter chance de se tornar grandes pessoas no futuro”, disse ele.

Eucilene Ribas, gerente de educação básica da Seduc, destacou o empenho do parlamentar e da prefeitura em concluir o projeto visando já o atendimento ao ano letivo de 2019.

O vereador Luan da TV prestigiou o evento e elogiou a conclusão do projeto. “É isso que a população espera de nós. Que o investimento chegue naquele que mais precisa”, comentou.

Para a diretora da unidade, Elizete Gomes, a escola em 2019 conseguirá atender boa parte da demanda com as novas salas. “Sabemos o quanto será importante para o desenvolvimento dessas crianças e principalmente para os pais elas estarem em sala de aula”, completou.

Autor / Fonte: Comdecom

Comentários

comentários