Pedido de Recuperação Judicial

Em 2018, a rede de lojas, com sede em Arapongas, no Paraná, entrou com pedido de recuperação judicial após acumular dívidas de R$ 130 milhões, valor distribuído entre fornecedores, bancos e funcionários.

Atual responsável pela administração da rede Romera, o empresário Walter Nicolau Filho, adquiriu a empresa em março de 2018. Dois meses depois da aquisição, Walter Júnior protocolou, na 2ª Vara de Arapongas, (PR) o pedido de recuperação judicial da rede.

Desde que começou a administrar a Romera, o Walter Júnior tomou algumas medidas como o encerrar as atividades da fábrica da rede, reduziu o número de lojas e fez corte de pessoal. Com as mudanças, o empresário estimava economizar cerca de R$ 2 milhões mensalmente.

Atualmente, a Romera tem 2,3 mil funcionários distribuídos nas 160 lojas instaladas nos Estados do Paraná, Acre, Rondônia Pará, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Comentários

comentários