Em atenção às pessoas que portam a doença fibriomalgia, o deputado estadual Lazinho da Fetagro (PT) indicou ao Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), a necessidade de ser apresentada proposta de lei que garanta ao portador da doença atendimento preferencial nos estabelecimentos ou empresas públicas e privadas. 

 

De acordo com especialistas, a fibromialgia, também conhecida como síndrome da dor generalizada, caracteriza-se por dor crônica que migra por vários pontos do corpo e se manifesta especialmente nos tendões e nas articulações. Trata-se de uma patologia relacionada com o funcionamento do sistema nervoso central que atinge, em 90% dos casos, mulheres entre 35 e 50 anos. No Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), a fibriomalgia afeta cerca de 3% da população.  

 

O deputado Lazinho da Fetagro destaca que pessoas que sofrem com esta enfermidade têm conseguido o atendimento prioritário em vários estados e municípios do paíssensibilizando a comunidade para o conhecimento da síndrome que é invisível, mas que causa sofrimento. Como verificamos, a fibromialgia é uma condição dolorosa generalizada e crônica. A proposta é importante para aqueles que têm a doença, e que além de sofrerem com dores e fadigas por muito tempo, ainda são discriminados por esta não ser uma doença perceptível aos outros”, defendeu 

 

Comentários

comentários