Parlamentar cobrou posicionamento da empresa responsável pela construção da subestação entre os dois municípios

No início de junho, o presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), cobrou das Centrais Elétrica de Rondônia (Ceron), administrada pela Energisa, um posicionamento sobre os prazos para a construção de uma subestação do linhão, localizada no trecho entre os municípios de Alvorada do Oeste e Costa Marques.

De acordo com o presidente, por conta da extensão e da localização das duas cidades ao longo do linhão, existe a necessidade de implantação de uma subestação, “o que garantirá eficácia na distribuição de energia elétrica, e que isso aconteça com a maior brevidade possível”, frisou Laerte Gomes.

Em resposta, a empresa explicou que as obras estão em andamento e o prazo para finalizar as construções em Alvorada do Oeste, Presidente Médici e São Miguel está previsto para o final de 2019.

Para o primeiro semestre de 2020, a Ceron confirmou a conclusão das obras em Seringueiras, São Francisco do Guaporé, São Domingos e Costa Marques, totalizando um montante de R$ 150.062.970,76 em linhas de transmissão e subestações de força, retirando a população da localidade da geração térmica e conectando-se ao Sistema Integrado Nacional (SIN).

A empresa também informou que, ainda em 2019, existe planejamento para a realização de inspeção e manutenção das redes de distribuição de energia elétrica, executando serviços de limpeza de faixa de servidão, podas de árvores e troca de isoladores, minimizando assim, riscos de interrupções no fornecimento de energia.

Texto: Juliana Martins-ALE/RO

Foto: José Hilde-Decom-ALE-RO

Comentários

comentários