Uma das prioridades da gestão Hildon Chaves é garantir saúde preventiva para a população porto-velhense. Nesse sentido, a Coordenação Municipal de Controle da Hanseníase, do Departamento de Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde, está realizando ações educativas e preventivas que visam esclarecer à população sobre a doença.

Segundo a secretária da Semusa, Eliana Pasini, desde o mês de junho, as técnicas Adriani Castro e Sheila Arruda estão cumprindo um cronograma de atividades cujo objetivo é alertar o público sobre os sinais e sintomas da doença.

“Além das atividades da própria secretaria, estamos buscando parcerias para levar informações para o maior número de pessoas”, informa a secretária, ressaltando que o conhecimento é fundamental para se ter uma vida saudável.

O Dia Estadual de Controle a Hanseníase, transcorrido no domingo (7/7), foi marcado, na capital, por uma ação educativa realizada pelo Hospital Santa Marcelina, no Porto Velho Shopping.

A iniciativa contou com a participação das represantes da Semusa, Adriani Castro e Sheila Arruda, que, no sábado (6/7), distribuíram material informativo e esclareceram dúvidas sobre a doença.

“Já foram realizadas ações nos Residenciais Cristal da Calama e Morar Melhor, durante o Projeto Atenção Básica na Comunidade, da Semusa”, informou Adriani, lembrando que foi realizada, no dia 4 de julho, palestra com o dermatologista Thiago Barnabé, para pacientes que aguardavam atendimento no Centro de Especialidades Médicas (CEM).

Comdecom

Comentários

comentários