Um dia depois de ser aprovada pela Câmara dos Deputados, a Reforma da Previdência foi oficialmente entregue pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) no início da tarde de hoje (8).

Pouco antes de ler a PEC no plenário da Casa, ato que dá o sinal verde para que a matéria comece a tramitar na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, Alcolumbre disse que o cronograma de tramitação no Senado será definido pelo colégio de líderes na semana que vem. O prazo mínimo de 45 dias não será atropelado.

De acordo com Rodrigo Maia, as reformas em discussão no Congresso vão construir as condições para que sejam reduzidas as desigualdades, a pobreza e para que o país tenha mais eficiência da gestão pública.

Comentários

comentários