Foi realizada apresentação pública na conclusão de Libras e PM Digital com simulações de abordagens diversas 

 

Foram concluídos nesta quarta-feira (14) os cursos de Libras e de PM Digital ministrados pela Escola do Legislativo, da Assembleia Legislativa (ALE) a policiais militares. A aula inaugural ocorreu no último dia 5, com a participação do deputado Jean Oliveira (MDB), quando ocorreu a assinatura do Termo de Cooperação entre a PM (1º Batalhão Rondon). 

 

Participaram policiais militares, que receberam formação de professores, “para posteriormente aplicarem os cursos na PM, principalmente o de Libras, segunda língua oficial do Brasil e da maior importância para o bom relacionamento do PM com a comunidade surda”, disse o diretor geral da Escola, Fábio Ribeiro. 

 

Na solenidade de abertura dos cursos, o deputado Jean Oliveira afirmou que a parceria “representa um avanço, uma iniciativa da maior importância, pioneira e o início de exemplar caminhada no relacionamento social com o conhecimento de Libras sendo regra e não exceção”. 

 

A parceria com a PM é o início e longo e importante trabalho “graças ao apoio e incentivo do presidente da ALE, deputado Laerte Gomes (PSDB), que não mede esforços para fortalecer e ampliar o atendimento da Escola na qualificação profissional dos servidores públicos e de entidades parcerias fortalecendo o social”, argumenta Fábio Ribeiro. 

 

Na rua em frente à Escola do Legislativo, a Major Amarantes e às imediações do Batalhão da PM, 200 metros adiante ocorreram simulações de abordagens pessoal e veicular utilizando Libras como interlocução entre os PMs e os suspeitos. Executaram na prática o que aprenderam teoricamente. 

 

Os cursos tiveram duração de 30 horas/aula cada um. No caso de Libras o policial receberá uma credencial chamada “brevê”, que o identificará no atendimento a ocorrência com envolvimento de pessoas surdas. 

WALDIR COSTA

Comentários

comentários