O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), anunciou que a ponte que está sendo construída sobre o Rio Urupá, em Ji-Paraná, será entregue, totalmente concluída, até o próximo dia 15 de setembro ao Governo do Estado. A afirmação foi dada ao presidente, durante visita do parlamentar à obra na manhã desta sexta-feira (30).

 

A estrutura liga o primeiro distrito de Ji-Paraná ao terceiro distrito, a RO-135, a BR-429 a Zona da Mata e é considerada uma das principais entradas para acesso ao município.

 

“Já temos várias universidades instaladas no terceiro distrito, assim como comércios, condomínios residenciais e, com certeza, com essa ponte, o desenvolvimento chegará ainda mais rápido na região”, enfatizou o presidente.

 

A ponte de concreto tem mais de 150 metros de comprimento por 11 metros de largura, com investimentos de R$ 6,5 milhões, fruto de indicação e emendas parlamentares do presidente em parceria com o Executivo Estadual.

 

“É uma obra muito importante para Ji-Paraná, sem dúvida essa ponte garantirá muitos benefícios à cidade e a população. Agradeço o diretor da empresa responsável pela construção da estrutura que doou toda a parte elétrica da ponte que não estava no projeto. Esse foi um pedido meu ao empresário que de pronto nos atendeu e já ordenou a instalação da iluminação, que já está sendo concluída”, declarou Laerte.

 

A ponte sendo entregue ao Estado, segundo o presidente, faltará apenas o aterro e a pavimentação das cabeceiras da estrutura. De acordo com o parlamentar, o serviço ficou a cargo do Governo do Estado.

“Eu já estive com o governador Marcos Rocha e com o diretor-geral do DER, coronel Meireles que me confirmaram o atendimento do nosso pleito e determinaram a realização da licitação para a contratação de uma empresa que executará o aterramento e o asfaltamento das cabeceiras da ponte. Fico muito feliz em poder acompanhar e contribuir com uma obra que terá começo, meio e fim, que é o correto no Poder Público, obras concluídas”, finalizou o presidente.

Comentários

comentários