O secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, foi demitido do cargo nesta terça-feira, 11

A informação foi divulgada pelo site O Antagonista, um dia depois dele defender a criação de um imposto semelhante à CPMF, que previa alíquotas de 0,40% para depósitos em dinheiro e saques. José de Assis Ferraz Neto assume o cargo interinamente.

“O motivo foi a apresentação num seminário ontem em Brasília, pelo adjunto de Cintra, de estudos não autorizados por Guedes, que defende uma proposta mais ampla que a simples criação de um imposto”, diz o Antagonista.

Comentários

comentários