Objetivo do prefeito é acabar com os problemas do serviço terceirizado e atender os alunos com mais conforto e segurança

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, está disposto a comprar uma frota de ônibus novos para resolver definitivamente a situação do transporte escolar terrestre e atender com qualidade e segurança os estudantes da zona rural do município, sem os transtornos causados por serviço terceirizado.

Repasses da prefeitura para empresa Freitas serão feitos via conta judicial

Com esse objetivo, Hildon Chaves viajou a Brasília (DF), onde nesta terça-feira (24/9), às 19h30 se reúne com o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento para a Educação (FNDE), que poderá repassar de 30 a 40 ônibus a um custo praticamente zero para o Município.

Além disso, o gestor vai verificar junto a Superintendência da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil a existência de linhas de crédito com juros mais baratos para comprar mais 100 ônibus, todos já devidamente adaptados de fábricas e apropriados para atender as regiões rurais, totalizando 140 veículos.

Viabilidade econômica

Por outro lado, Hildon Chaves determinou ao secretário Municipal de Educação, Márcio Félix e sua equipe, que façam um estudo de viabilidade técnica e econômica para viabilizar a contratação de uma empresa que tão somente irá gerenciar a contratação de pessoal e os serviços de manutenção dos veículos.

No entanto, Felix adianta que esse modelo de atendimento aos estudantes só será implantado nas regiões rurais de Porto Velho a partir do início do ano letivo de 2020.

Comentários

comentários