Até sexta-feira (01/11), a Energisa Rondônia está fazendo o cadastro de clientes na tarifa social de energia elétrica (TSEE) que residem nos bairros Tancredo Neves, Juscelino Kubitschek , Juscelino Kubitschek I, II e III em Porto Velho. O diferencial dessa iniciativa, inédita no estado, é que os clientes serão visitados pelas equipes do programa Nossa Energia, projeto desenvolvido pela Energisa com recursos da  Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL. Segundo o Coordenador de Eficiência Energética, Talis Henrique, os clientes foram mapeados a partir do cruzamento de dados daquelas pessoas que são inscritas no Cadastro Único, mas não têm a TSEE. “Estamos visitando essas pessoas e informando que elas podem ter direito ao benefício. Após a apresentação dos documentos necessários, o cadastro é realizado e enviado para análise. Também é realizada análise do consumo de luz para inscrição em outros projetos da empresa. Caso seja aprovado, o cliente começa a pagar uma tarifa diferenciada que pode ter desconto de 65%”, frisou.

 

Desde outubro de 2018, a Energisa Rondônia já cadastrou mais de 66 mil clientes na tarifa social, que representa aumento de 97% de famílias beneficiadas pelo programa e demonstra o compromisso da empresa com os direitos de seus clientes.

 

 

Quem pode ter tarifa social?

 

O cliente que se encaixar nos critérios abaixo deve realizar o Cadastro Único nos programas sociais do Governo Federal nos Centros de Referência (CRAS) do seu município:

 

– Renda per capita menor ou igual a meio salário mínimo;

 

– Data de atualização no Cadastro Único não pode ser superior a 24 meses (2 anos);

 

– Estar com seu cadastro ativo, no banco de dados do BPC (LOAS);

 

A unidade consumidora não precisa estar cadastrada em nome do beneficiário do programa social, mas em nome de um familiar que resida junto ao titular. A solicitação pode ser realizada pelo titular ou terceiro em uma das agências de atendimento da Energisa em todo o Estado de Rondônia, apresentando os seguintes documentos:

 

– CPF, RG ou RANI (identidade indígena), NIS ou número do benefício BPC, nome completo do beneficiário, telefone para contato.

 

Depois de solicitada a inclusão, o pedido passará por análise e, se atender aos critérios, será deferido. Em caso de dúvidas, o cliente pode entrar em contato pelo 0800 647 0120. A ligação é gratuita, inclusive pelo celular.

 

Tamiris Barcellos Ribeiro Garcia

 

 

Comentários

comentários