Início Site

#CONTASIRREGULARES: Rondônia tem mais de mil agentes públicos que podem estar inelegíveis por mau uso do dinheiro público. Veja quem são

A lista de agentes públicos com contas julgadas irregulares pelo TCE-RO nos últimos  anos.

CLIC AQUI

com informações TCERO

#PRIMEIRAMÃO: TRISTEZA TOMA CONTA DE RONDÔNIA: VAI EMBORA CHAGAS NETO, UM DOS PIONEIROS DESTA TERRA DE PIONEIROS

 

Ele chegou na hora certa no lugar certo. Chagas Neto era um jovem engenheiro, cheio de planos, sonhos e projetos. Queria ajudar a construir uma terra nova e a encontrou, num Estado que estava prestes a surgir, embora a mais de 3 mil quilômetros da sua cidade natal, no interior do Ceará. Aqui Chagas não fez outra coisa a não ser construir. E foi com seu trabalho que começaram a surgir inúmeros conjuntos habitacionais, que deram casa própria, no início dos anos 80, a bem mais do que 20 mil famílias. Vários bairros de Porto Velho surgiram pelo esforço dele. Milhares e milhares de pessoas ganharam seu teto, a preços populares ou até de graça, pelas mãos dele, que só sabiam construir. Construía casas e amizades. Foi um dos empresários mais populares de Rondônia, até ingressar na política, onde, pelo voto popular, tornou-se um dos brasileiros que chegaram ao Congresso Nacional para formaram o parlamento responsável pela nova Constituição. Das mãos dos parlamentares – Chagas entre eles – surgiu a nossa Constituição de 1988, que recém completou seus 30 anos. Na vida pública ou na atividade privada, nunca houve qualquer desabono ao nome de Chagas Neto. Pelo contrário, suas imensas realizações, sua contribuição inegável ao jovem Estado de Rondônia, que cresceu a partir do início da década de 80, sempre se balizaram pela decência, pela probidade, pelo respeito à população. Foi um rondoniense do Ceará ou um cearense de Rondônia, que honrou e orgulhou sua família, seus amigos, seus companheiros de luta, enfim, todos aqueles que o acompanharam por tantos anos, sempre se destacando em qualquer atividade que punha as mãos.

Recentemente, depois de tantos pedidos e pressão dos amigos, ele decidiu voltar à vida pública. Estava se preparando para entrar na campanha para buscar uma cadeira da Assembleia Legislativa. Não havia, entre aqueles que o conheciam, que sabiam da sua história, da sua obstinação pelo trabalho e pelas causas públicas, dúvida alguma de que ele seria vitorioso, como sempre o foi. Como o foi, nesse pacote de grandes ações, sua atuação na condição de presidente do Conselho de Administração da Federação das Indústrias do Estado, a Fiero, sua última atividade pública, entre tantas que cumpriu com sucesso. No anoitecer desta segunda, Chagas Neto nos deixou. Rondônia fica mais triste e mais pobre, ao perder um personagem como ele. Mas, por outro lado, essa terra pode se considerar abençoada, por ter atraído para cá tanta gente boa, gente do nível do querido e inesquecível Chaguinhas. Ele fará falta a todos, mas certamente o que nos deixou sempre será lembrado. Porque, antes de ir, só nos deixou coisas boas…

O RACHA AGORA É OFICIAL

O MDB, maior partido do Estado, está rachado, pelo menos na disputa pelo Senado, entre Confúcio Moura e Valdir Raupp. Explodiram no final de semana, gravações de telefonemas feitos por Confúcio a amigos e partidários, com duras críticas a Raupp e ao presidente do partido, Tomás Correia, chamando-os de traidores e outras expressões agressivas. A crise se instalou. Confúcio afirmou que tentou conversar com os dois, mas nas conversas foi informado de que a escolha dos nomes do partido ao Senado, será feita no voto dos convencionais, ou seja, a tendência é de que caiam drasticamente as chances de Confúcio, num diretório onde Raupp domina a maioria há anos. Confúcio, fora do governo e sem tempo hábil para trocar de legenda, ficou sem ter para onde correr. Se for para a disputa no voto, dentro do diretório, há muita gente que diz que suas chances são muito pequenas de derrotar o grupo raupista. Terá que se conformar, ao que tudo indica, com uma candidatura à Câmara Federal. Ou ficar sem mandato algum, o que lhe poderia causar imensas dores de cabeça. A| situação, nesse início da segunda semana de julho é esta.

FALTA A DECISÃO DE EXPEDITO

O quadro da corrida ao Governo começa a se clarear, embora ainda possa haver mudanças, em função de negociações políticas ou de decisões da Justiça Eleitoral. Estão postadas as candidaturas de Maurão de Carvalho, Acir Gurgacz, José Jodan (o homem de Jair Bolsonaro em Rondônia), do professor Vinicius Miguel, da Rede de Marina Silva e do representante do PC do B, o advogado Jackson Chediak. Ao que tudo indica, Daniel Pereira ficará mesmo fora do páreo. Agora, para fechar o quadro, falta apenas a definição de Expedito Júnior. Ele tinha dito que após o final da Copa do Mundo, anunciaria sua decisão. Tudo estava caminhando para o anúncio de um Frentão de pelo menos onze partidos a apoiá-lo. O quadro, contudo, mudou, depois que Ivo Cassol anunciou que só manteria o aval ao grupo, caso fosse garantida uma das vagas ao Senado para Carlos Magno. No Frentão, já estava acertado que os nomes do grupo ao Senado seriam os de Marcos Rogério (DEM) e do vereador e Pastor Edésio Fernandes (PRB). Com a exigência de Cassol, o que estava decidido não está mais. As novas conversas estão em andamento. Expedito ainda não confirmou quando se decidirá sobre o assunto.

SÓ SEIS POR CENTO

O número de pré candidatos à Assembleia Legislativa, já passou das três centenas. Há quem diga que, dependendo dos cálculos e do número de partidos que lançarão seus nomes, o total pode chegar a mais de 400. Desses, apenas 6 por cento ocuparão as 24 cadeiras disponíveis no parlamento rondoniense. De todas as cidades, ex prefeitos, vereadores, profissionais liberais, taxistas, comerciantes, dirigentes de entidades de bairro, sindicalistas, figuras com algum tipo de popularidade e muitos com aqueles apelidos horrorosos, que aparecem em todas as eleições, sonham em sentar no parlamento e representar o povo rondoniense. Para se ter ideia, só em Porto Velho, dos atuais 21 vereadores, pelo menos 15 estão se postando ainda como pré candidatos. Na reta final, não menos que dez confirmarão essa intenção. Na última eleição para a Assembleia rondoniense, a renovação superou os 70 por cento. Apenas oito dos parlamentares antigos renovaram seus mandatos. Na atual legislatura, a qualidade do parlamento melhorou bastante, mas pode haver novamente um índice de

renovação bastante alto, algo em torno de 50 por cento. Vamos esperar para ver o que as urnas vão dizer…

MORRENDO POBRES, EM CIMA DA RIQUEZA

As autoridades vivem anunciando que os garimpos ilegais, dentro das áreas indígenas no Estado, não existem mais. Claro que é um anúncio extremamente otimista, já que a realidade desmente isso facilmente. Todos os dias, basta ir ao aeroporto internacional da Capital para ver quantos estrangeiros chegam nos diversos voos e se dirigem para várias áreas do Estado, por coincidência aquelas em que há nossas maiores riquezas, intocadas para os brasileiros, mas de fácil acesso para contrabandistas. Dias atrás, fli realizada mais uma operação da Polícia Federal e Ibama, tanto de Rondônia quanto do Mato Grosso, nas áreas indígenas, incluindo a dos nossos índios Cinta Larga, na Reserva Roosevelt. Em todas elas havia equipamento pesado, retirando da terra milhões e milhões de reais de nossas riquezas. Até helicópteros foram utilizados na operação. Foram destruídas máquinas e equipamentos de grande porte (daqueles que não existiam nessas áreas, segundo as mesmas fontes oficiais). Claro que ninguém foi preso. Os “defensores” dos índios e nossa legislação burra e criminosa, preferem ver nossos índios morrerem e fome e doentes, mesmo sentados em cima de fortunas, das riquezas naturais que a eles também pertencem, a vê-los usufruir de uma vida muito melhor. É a ideologia que decide também sobre a vida e a morte dos índios. Um horror!

TRÂNSITO E CRIMES: VIOLÊNCIA SEM FIM

Outro final de semana sangrento no Estado. No trânsito, num só acidente, três pessoas morreram. Um casal numa das camionetas. Outra pessoa, em outra. Bateram de frente. Por trás de tudo, a alta velocidade. Na BR 364, em outra ocasião, a Polícia Rodoviária Federal flagrou motorista andando a 178 quilômetros por hora, em locais onde a velocidade máxima permitida é de 60 quilômetros. Um segundo condutor, multado, estava a 168 quilômetros de velocidade no mesmo trecho. Qual a chance de sobrevivência numa colisão a essa velocidade? Todos sabemos a resposta. A polícia registrou ainda pelo menos 20 detenções de motoristas dirigindo bêbados e que caíram na Lei Seca. Outras dezenas passaram incólumes, por terem escapado das blitz. Tem solução um trânsito matador, onde os motoristas irresponsáveis são causadores de 95 por cento dos acidentes? Mas o sangue rolou também na extrema violência em que estamos vivendo. Uma diretora de posto de saúde, no distrito de Triunfo, em Candeias, foi assassinada a tiros, covardemente. Em Ji-Paraná, um marido deu um tiro na cabeça da esposa, matando-a na hora. Como não é besta, tentou se matar, mas com um tiro no peito, numa área não letal. Não atirou na cabeça, porque isso sim, o matéria, certamente. Vários outros assassinatos e tentativas de morte foram registrados. A sociedade já se habituou a tudo isso, lamentavelmente.

MONA LISA E OS FRANCESES

Mona Lisa usou a camiseta da Seleção da França, no Louvre. Uma montagem, claro! . Mas cantora americana Byoncé também a usou, de verdade, comemorando. Os franceses e seus jogadores de origem africana, filhos de imigrantes e a maioria

nascida no seu novo país, ainda comemoram o bicampeonato mundial de futebol, um dos mais belos e com melhor organização das últimas décadas, na Rússia, de Vladimir Putin. Aliás, uma nova Rússia, mostrada ao mundo, que valeu a pena conhecer! Um país de 17 milhões de quilômetros quadrados (mais que o dobro do Brasil), com dezenas de etnias, idiomas e uma história riquíssima, além de belezas naturais inacreditáveis. No campo, nós, brasileiros ficamos novamente pelo caminho, embora, dessa vez, mais por azar do que por qualquer outro motivo. Um pouquinho mais de sorte e teríamos ido bem mais longe, como o foi a Croácia, que teve grandes vitórias, competência e dedicação, mas que chegou à final muito mais na sorte do que qualquer outro quesito. A Copa ficou em ótimas mãos, porque os franceses foram competentes e tiveram excelentes jogadores. Nem sempre há, mas dessa vez houve justiça. Vive La France!

PERGUNTINHA

Agora que terminou a Copa do Mundo, será que nosso país vai se voltar para resolver seus problemas reais ou ficaremos torcendo para que chegue logo 2022, apenas para vivermos, de novo, em função do sonho do Hexa?

#Sicoob: Funcionários rejeitam proposta patronal de aumento de 3% nos salários e 6% nos tíquetes

 

Em assembléia geral realizada na tarde da quinta-feira, dia 12/7, os funcionários das cooperativas de crédito do sistema Sicoob rejeitaram, por unanimidade, a proposta patronal de reajuste salarial de 3% e reajuste de 6% nos tíquetes.
Os dirigentes do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB-RO), Antônio Tavares, diretor de Cooperativas, e a Secretária Geral Ivone Colombo, explicaram que os representantes patronais oferecem forte resistência nas negociações, e que esta seria a proposta final do Sistema. Mas o Sindicato ressalta que é de grande importância fechar o Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019 nas mesas de negociação.
Apesar disso os trabalhadores entendem que o ramo de cooperativas de crédito vem crescendo nos últimos anos e que, mesmo em tempos de crise econômica, o sistema Sicoob tem plenas condições de atender as reivindicações da categoria, que são aumento de 5% nos salários e tíquete alimentação de R$ 1.000,00 ao mês.
Agora o Sindicato vai informar ao sistema o resultado da assembléia geral e requerer a reabertura das negociações.

#Greve: Senado aprova MP que fixa frete e dá anistia a caminhoneiros

Caminhoneiros paralisam a BR-040 , em Valparaíso de GO durante manifestação contra o aumento de combustíveis.

O Senado aprovou, após acordo entre os parlamentares, a Medida Provisória (MP) 832/18, que permite à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) definir um valor mínimo para o frete no transporte de cargas. A matéria segue agora para sanção presidencial. O texto foi aprovado também nesta quarta-feira (11) pela Câmara dos Deputados.

Para agilizar a votação, os senadores não discutiram a matéria no plenário. A medida foi uma das reivindicações dos caminhoneiros que paralisaram as estradas de todo o país no mês de maio, mas enfrenta forte resistência do agronegócio.

Pelo texto, fica instituída a Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas e estabelecida a proibição de fechar qualquer acordo de fretes em valores inferiores aos pisos mínimos. A tabela terá validade em território nacional e deverá refletir os custos operacionais totais do transporte, com prioridade para os custos do óleo diesel e dos pedágios.

A tabela do frete deve considerar o quilômetro rodado por eixo carregado, as distâncias e as especificidades das cargas segundo a definição dada pela própria MP (carga geral, a granel, de frigorífico, perigosa ou neogranel). Para dar visibilidade ao cálculo, a norma da ANTT deve incluir também a planilha de cálculos utilizada para chegar aos fretes mínimos.

O texto prevê que a tabela seja publicada duas vezes no ano – até 20 de janeiro e 20 de julho – com validade para o semestre. Caso a nova tabela não seja publicada nesses prazos, a anterior continuará vigente e seus valores serão atualizados pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no período acumulado.

A medida também estabelece que sempre que ocorrer oscilação no preço do óleo diesel no mercado nacional superior a 10% em relação ao preço mínimo, para mais ou para menos, a ANTT publique nova norma com pisos, considerando a variação no preço do combustível. Pelo texto, caberá à ANTT tomar as providências para que a medida seja, de fato, implementada, bem como as punições, quando couberem.

Anistia

O texto aprovado manteve a concessão de anistia aos caminhoneiros e às empresas transportadoras em relação às multas e sanções aplicadas durante a paralisação da categoria.

O item foi incluído na Câmara dos Deputados pelo relator da proposta na Casa, deputado Osmar Terra (MDB-RS). No entanto, há um compromisso do governo com partidos contrários à definição do frete mínimo para que o presidente Michel Temer vete o dispositivo.

Fonte: Agência Brasil

#ChagasNeto: Ex-deputado federal morre , em Porto Velho

Ex-deputado morreu no hospital 9 de Julho

Faleceu na tarde desta segunda-feira em Porto Velho o ex-deputado federal Chagas Neto, em decorrência de um câncer contra o qual vinha lutando há alguns meses.

Filho de Egberto Frota Carneiro e Alba Chagas Carneiro. Abandonou sua graduação na Universidade Estadual Vale do Acaraú e trabalhou como representante de um laboratório farmacêutico entre 1963 e 1970 e numa construtora em Fortaleza de 1970 a 1974. Em Sobral foi presidente da Rádio Cidade e diretor-fundador do jornal Meio-Dia antes de residir em Rondônia em 1981, ano em que assumiu a direção de uma construtora. Em 1984 fundou a Chagas Neto Construções e Incorporações.

Filiado ao PMDB elegeu-se deputado federal por Rondônia em 1986 atuando na Assembleia Nacional Constituinte responsável pela Constituição de 1988, exceto de março a novembro de 1987 quando foi Secretário de Obras e Serviços Públicos do governo Jerônimo Santana. Não disputou a reeleição no pleito seguinte quando estava no PL e após filiar-se ao PTB perdeu as eleições para a Câmara dos Deputados em 1994 e 1998 e para deputado estadual pelo PSDB em 2002.

Chagas Neto estava na Fiero e se filiou ano passado ao PSB, legenda pela qual disputaria uma cadeira na Assembleia Legislativa de Rondônia.

O presidente da Fecomércio, Raniery Coelho, lamentou a morte do diretor da FIERO.

#SegundoSol: Ionan descobre que Remy está traficando

O policial conta tudo para Dodô, mas se surpreende com a reação do pai

No bar da família, Ionan (Armando Babaioff) avista um procurado da polícia passando um estranho embrulho para Remy (Vladimir Brichta). O malandro leva o objeto até os fundos do estabelecimento e Ionan começa a agir. O policial vasculha cada canto, até que encontra material ilícito escondido no assoalho. Remy aparece bem na hora e Ionan dá uma prensa no irmão:

“O que significa isso, Remy? Você está passando droga, é isso?”

Remy nega que esteja envolvido e o policial decide contar tudo a Dodô (José de Abreu):

“Remy está envolvido com tráfico de droga! Ele usa a casa do senhor, meu pai, pra malocar droga! Eu mesmo vi, ninguém me contou, lá nos fundos do bar!”
O malandro diz que o pai já sabia e Ionan se choca com a situação:

“Como é que é? O senhor já sabia e não falou nada pra ninguém? Não fez nada?! O senhor virou cúmplice dessa história, meu pai!? Por que o senhor fez isso?”

Com medo de que Remy revele o seu passado com Gorete (Thalita Carauta), Dodô surpreende ao aconselhar Ionan:

“Esqueça essa história, filho!”
Será que Remy vai abrir o bico sobre Dodô? Não perca este capítulo!

#CORINTHIANS: Primeiro jogo pós-Copa marca reencontro entre Roger e Botafogo

Isso porque o recém-chegado Jonathas ainda precisa aprimorar a parte física, enquanto o jovem talento Matheus Matias, grande destaque da sessão de amistosos do Timão

GAZETA ESPORTIVA

#TRANSPARÊNCIA: ALE firma termo de acordo com o MP para controle do trabalho de assessores

“É com esse respeito e agindo com austeridade, que estamos conseguindo fazer o melhor”, destacou Maurão.

Uma inovação implantada em 2015, trouxe ainda mais transparência, eficiência e contenção de gastos aos cofres públicos. É essa a finalidade do Termo de Acordo assinado pelo presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (MDB) e pelo então procurador geral de justiça do Ministério Público, Heverton Aguiar.

 

O documento estabeleceu a garantia da implantação de ações de controle sobre as atividades dos ocupantes dos cargos de assessor e assessor parlamentar, como o controle da jornada de trabalho, lotação e comprovação do exercício das atividades para os quais foram nomeados.

 

“A Assembleia sai na frente e se coloca na vanguarda, mostrando o nosso compromisso com a ética, com a transparência e com a boa gestão do recurso público. É com esse respeito e agindo com austeridade, que estamos conseguindo fazer o melhor”, destacou Maurão.

 

O procurador geral de justiça à época, disse no ato de assinatura que o Termo de Acordo é um avanço. “A sociedade cobra mais rigor no controle dos gastos, mais eficiência nos serviços e que realmente a coisa pública seja tratada com transparência e responsabilidade. É com esse objetivo que assinamos o referido Termo, uma medida moralizadora e que com certeza deverá ser estendida para prefeituras e câmaras”, completou.

Desde então, as atividades dos assessores, que atuam fora dos gabinetes, nas bases políticas dos parlamentares, precisam comprovar as suas atividades, com um resumo de cada mês de trabalho, com fotos e documentos que comprovem suas funções no período. Ou seja, o que ele fez ao longo do mês que justifica a sua nomeação.

#ELEIÇÕES2018: Conheças as regras para os órgãos de governo durante o período eleitoral

Exatamente três meses antes do dia das eleições gerais do País começa o chamado “período eleitoral”. Durante esse tempo, existem regras diferenciadas para propagandas de governo e demais órgãos do Poder Executivo, em todas as esferas de poder. O período eleitoral pode estender-se até o segundo turno. No ano de 2018, o período especial começa no dia 7 de julho e vai até o dia 7 de outubro, data das eleições.

Durante o período, estão vedadas as ações de publicidade como divulgar atos, ações, programas, obras, serviços, campanhas, metas e resultados dos órgãos e entidades do Poder Executivo. Também é proibido promover produtos e serviços que não têm concorrência no mercado.

Não estão sujeitas ao controle da legislação eleitoral propaganda referente à publicidade legal como a divulgação de balanços, atas, editais, decisões, avisos e de outras informações dos órgãos e entidades do Poder Executivo Federal, com o objetivo de atender a prescrições legais. Anúncios de utilidade pública também são permitidos, desde que sejam reconhecidos como de grave e urgente necessidade pela Justiça Eleitoral.

A publicidade mercadológica de produtos ou serviços que tenham concorrência no mercado e a publicidade destinada a público constituído de estrangeiros, realizada no País ou no exterior, é liberada também.

De acordo com a Instrução Normativa SECOM nº 1, de 11 de abril de 2018, o uso de marcas de programas, campanhas, ações e eventos, ou mesmo, os slogans ou qualquer elemento que possa constituir sinal distintivo da publicidade sujeita ao controle da legislação eleitoral podem configurar uma publicidade institucional e, por isso, é vedada a sua divulgação no período eleitoral, de forma a evitar sua associação com determinada gestão de governo.

Internet
Sobre o uso da comunicação digital, os órgãos e entidades deverão retirar de suas propriedades digitais toda e qualquer publicidade sujeita ao controle da legislação eleitoral, tais como filmes, vinhetas, vídeos, anúncios, painéis, banners, posts, marcas, slogans e qualquer conteúdo de natureza similar.

Essa orientação também vale para a publicidade do órgão em propriedades digitais de terceiros, em decorrência de termos de contrato, convênios, parcerias ou ajustes similares, com eles firmados, cabendo ao órgão guardar comprovação inequívoca de que solicitou tal providência e manter registros claros de que a publicidade sujeita ao controle da legislação eleitoral foi veiculada, exibida ou exposta antes do período eleitoral para, caso necessário, apresentar prova junto à Justiça Eleitoral.

No caso das redes sociais, é vedada a inclusão de posts nos perfis dos órgãos em redes sociais, vinculados à publicidade sujeita ao controle da legislação eleitoral. Esses posts, se anteriores ao período eleitoral, podem ser mantidos desde que devidamente datados.

Candidatos
As regras para candidatos podem sofrer pequenas variações entre as eleições. Assim, além das Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997) e a Lei nº 13.488/2017, o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) costuma publicar, com antecedência, resoluções com normas mais específicas.

Denuncie
Caso o eleitor identifique alguma propaganda irregular, ele pode denunciar à Justiça Eleitoral. O TSE lançou o aplicativo chamado “Pardal”, que permite a denúncia de propaganda eleitoral irregular por celular ou tablet.

Para fazer a denúncia, basta selecionar o estado e o município, tirar uma foto ou fazer um vídeo da irregularidade e enviar a denúncia diretamente ao TRE do estado selecionado. O aplicativo é gratuito, funciona para todo País e está disponível para Android e IOS.

Para fazer a denúncia presencialmente, se a propaganda for relativa ao cargo de presidente, ela deve ser apresentada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Para os cargos de governador, senador ou deputado, a denúncia deve ser apresentada ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do estado. Já para os cargos de prefeito e vereador, a denúncia deve ser encaminhada ao Juízo Eleitoral do município.

#REVITALIZAÇÃO: Prefeitura construirá praça na confluência da Amazonas com Nações Unidas

A Prefeitura de Porto Velho iniciou a construção da nova praça pública localizada na confluência das avenidas Amazonas com Nações Unidas, onde funcionava o antigo Bar 360.

A obra está sendo realizada pelos servidores da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema). O prazo de conclusão é de 60 dias.

O espaço será chamado de “Praça dos Seringueiros”, em homenagem aos seringueiros que contribuíram para o desenvolvimento da Amazônia. No local será instalado uma estátua em homenagem a esses desbravadores.

Segundo o prefeito Hildon Chaves, é necessário ocupar os espaços urbanos vazios com praças e parques para promover lazer, diversão e esporte, integrando, assim, a comunidade e contribuindo para melhorar a qualidade de vida, além dereduzir os níveis de violência.

O secretário da Sema, Robson Damasceno, explicou que a programação para criação de mais espaços públicos de convivência tem sido uma das prioridades na administração Hildon Chaves. “Nossa última grande obra foi o Ecoparque Pirarucu, agora estamos planejando a construções de novos ecoparques no Centro e na zona Leste da capital”, declarou.

Comdecom

Texto: Ingrid Valerie