sexta-feira, agosto 17, 2018
Início Site Página 2

#BOLSHO: Alunas do Programa Sports do Colégio e Curso Sapiens se preparam para seletiva nacional Ballet

Em outubro acontece em Joinville, Santa Catarina, a seletiva nacional para o Instituto Escola de Teatro Bolshoi no Brasil. Em Porto Velho, duas jovens bailarinas, em especial, se preparam para esta importante etapa. São as alunas do programa de iniciação esportiva do Colégio e Curso Sapiens, o Sports, Amanda Gutierrez e Letícia Maciel, classificadas na etapa regional ocorrida em maio.

Com 9 anos de idade e praticando ballet desde os 4, Letícia tem uma relação com a dança que já vem de família. Maira Maciel, mãe dela, é professora de dança e já foi aluna de Talita Brasil, que hoje é sua professora. Ela conta que o ballet do Bolshoi sempre foi um sonho de Letícia e da irmã Ludmila, de 10 anos. Ao saber das seletivas pelo Brasil, elas já iniciaram o processo de preparação.

A mãe de Amanda, Livania Gutierrez, conta que o ballet começou como uma brincadeira na vida da filha, mas que foi se tornando coisa séria. “Ela dizia que queria ser bailarina, então colocamos ela na escolinha como uma opção de atividade, mas ela foi se dedicando e levando as aulas muito a sério”, conta a mãe. Amanda tem 11 anos e pratica ballet desde os 6. Ela também é aluna no Ensino Fundamental II do Colégio e Curso Sapiens.

Antes da seletiva, Talita Brasil, professora das meninas, explica que elas tiveram aulas extras voltadas pra audição. Pra esta próxima fase, as aulas são ainda mais avançadas tecnicamente, com o objetivo de prepara-las para a seleção que reunirá bailarinas (os) de todo o país.

A expectativa de todos e grande, mas tanto as mães das meninas quanto a professora já se dizem felizes por chegarem até esta etapa.

 “Foi uma surpresa pra gente a pré-seleção, foi difícil até de acreditar. É a realização de um sonho”, diz a mãe de Letícia.

 “A gente acreditava, mas quando aconteceu foi uma surpresa. Foram mais de 100 meninas e ela estar entre as 14 selecionadas é uma emoção muito grande. Já é uma vitória”, se orgulha a mãe de Amanda.

A professora segue confiante nas alunas. “Nesta fase depende muito do perfil que o Bolshoi procura, então nós acreditamos e torcemos para que elas se enquadrem nesse perfil. Estamos bem otimistas”, finaliza Talita.

A etapa de Joinville acontece nos dias 19, 20 e 21 de outubro.

#ROLIMDEMOURA: Abertas inscrições para o IV Simpósio de Recursos Hídricos 

Apresentado pelo projeto Viveiro Cidadão, com patrocínio da Petrobras e proposto pela Ação Ecológica Guaporé – Ecoporé o evento que é considerado um dos maiores do segmento da Amazônia, buscando promover o conhecimento da relação entre as florestas e a água acontecerá entre os dias 20 e 21 de setembro em Rolim de Moura.

As inscrições para participação no IV Simpósio que também é realizado pela Universidade Federal de Rondônia – Campus Rolim de Moura; Centro de Estudos da Água; Grupo de Pesquisa Experimental Diálogo Hídrico Multidisciplinar, Grupos de Pesquisa: Aigua, Territori i Sostenibilitat e T-Amazônia (ordenamento territorial da Amazônia), pode ser efetuada a partir desta quarta-feira (15) através do site institucional http://www.simposiohidrico.unir.br na aba Inscrições.

Com a temática: “Nossas matas, nossos rios”, o Simpósio contará com a participação de palestrantes de renome nacional que abordarão temas como o Sistema Aquífero Grande Amazônia – SAGA; Agricultura, água e desenvolvimento; Indicadores Hídricos, dentre outros. Ao final de cada painel haverá uma mesa redonda, onde os participantes poderão expor suas opiniões em relação aos temas bem como realizar perguntas aos membros da mesa.

As atividades serão iniciadas a partir das 07h da manhã do dia 20 de setembro, com o credenciamento dos participantes. Os primeiros 100 credenciados receberão um kit do evento.

Envio de trabalhos acadêmicos – PRORROGADO

Com prazo prorrogado as submissões de trabalhos serão aceitas somente através do e-mail: simposiohidrico_cientifico@unir.br até o dia 19 de agosto às 23h59min.

Serão aceitas submissões de artigos, revisões, notas científicas, painel (apenas para ONGs, Grupos de Pesquisas, Comitês de Bacia Hidrográfica, Instituições de Pesquisa Governamental e Organizações não Governamental) e trabalhos técnicos em português, espanhol ou inglês, resultantes de pesquisas dos eixos temáticos do evento, desenvolvidas ou aplicadas à região Amazônica. Para mais informações acesse o site do evento: http://www.simposiohidrico.unir.br

#VACINAÇÃO: É neste sábado, último dia da campanha de vacinação contra sarampo e pólio

Expectativa é imunizar 30 mil crianças de 1 a menores de 5 anos; vacinação atenderá somente essa faixa etária

Neste sábado, 18, acontece o dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e a Poliomelite em todo o país. Em Porto Velho as 19 unidades básicas de saúde da zona urbana e 6 que ficam ao logo das BR-364 funcionarão das 8h às 17h para atender unicamente crianças de 1 ano a menores de 5 anos de idade, mesmo que já tenham sido imunizadas. A Policlínica Rafael Vaz e Silva e o Caps Três Marias também estarão abertos para a vacinação.

“Em Porto Velho, a campanha começou em julho, mas ainda não conseguiu atingir a meta, que é de 30 mil crianças nessa faixa etária. Até o momento, 20.376 crianças foram vacinadas, o que corresponde a 67.56% dos 95% previstos.

“Os pais que trabalham durante a semana têm a oportunidade de levar os filhos para tomarem a vacina neste sábado”, frisou Elizeth Gomes, gerente de Imunização da Semusa.

Distritos

Técnicos da Semusa irão para os distritos de Jaci-Paraná, Abunã e Nova Mutum para realizarem a vacinação. O dia D também acontece nas unidades de saúde de Vista Alegre, Extrema e Nova Califórnia. Nesses locais a vacinação ocorre até o meio dia de domingo, 19.

Acima dos 5 anos

Crianças acima de 5 anos, adolescentes e adultos não fazem parte da campanha, mas podem, após o término dessa ação, procurar uma unidade de saúde para se imunizarem. Devem levar consigo com o cartão de vacina para que o técnico avalie a necessidade de atualização.

Relação das unidades de saúde que estarão atendendo a campanha

#Trabalhadores de todas as idades já podem sacar cotas do Pis/Pasep nos bancos

Trabalhadores de todas as idades que tiverem direito a cotas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) podem sacar seus recursos a partir de hoje (14). O prazo ficará aberto até 28 de setembro.

Desde o dia 8 de agosto, o crédito para correntistas da Caixa e do Banco do Brasil está sendo feito automaticamente. A partir desta terça-feira, todas as pessoas poderão sacar os recursos corrigidos. Já a partir de 29 de setembro, só será possível receber as quantias dos dois fundos nos casos previstos na Lei 13.677/2018.

Para saber o saldo e se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar os sitesdo PIS e do Pasep. Para os cotistas do PIS, também é possível consultar a Caixa Econômica Federal no telefone 0800-726-0207 ou nos caixas eletrônicos da instituição, desde que o interessado tenha o Cartão Cidadão. No caso do Pasep, a consulta é feita ao Banco do Brasil, nos telefones 4004-0001 ou 0800-729-0001.

Têm direito ao saque as pessoas que trabalharam com carteira assinada antes da Constituição de 1988. As cotas são os rendimentos anuais depositados nas contas de trabalhadores criadas entre 1971, ano da criação do PIS/Pasep, e 1988.

Quem contribuiu após 4 de outubro de 1988 não tem direito ao saque. Isso ocorre porque a Constituição, promulgada naquele ano, passou a destinar as contribuições do PIS/Pasep das empresas para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e o abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Até 2017, o saque das cotas era permitido quando o trabalhador completasse 70 anos, em caso de aposentadoria e em outras situações específicas. Desde o ano passado, o governo federal flexibilizou o acesso e até setembro pessoas de todas as idades podem retirar o dinheiro.

Em julho, o pagamento foi suspenso para o cálculo do rendimento do exercício 2017-2018. Na primeira etapa do cronograma, encerrada no dia 29 de junho, 1,1 milhão de trabalhadores fizeram o saque, retirando uma soma de R$ 1,5 bilhão.

#ELEIÇÕES2018: Ministério Público Eleitoral pede impugnação do registro de Acir Gurgacz

A condenação acaba causando a inelegibilidade do art. 1º, inc. I, alínea “e”, item 2, da Lei Complementar 64

O Ministério Público Eleitoral (MPE) pediu nesta quarta-feira a impugnação do registro da candidatura do senador Acir Gurgacz (PSDT) ao Governo de Rondônia. O pedido, assinado pelo procurador regional eleitoral, Luiz Gustavo Mantovani, diz que o registro deve ser negado pois o senador encontra-se inelegível por condenação proferida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 27 de fevereiro desse ano. A ação tem como relator o juiz federal Flávio Fraga e Silva e não há data para o pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) julgar o caso.

 

Segundo o procurador narra na Ação de Impugnação de Registro de Candidatura, o senador Acir Gurgacz foi condenado na Ação Penal 935 a pena de 4 anos e 6 meses de reclusão, em regime semiaberto, tendo o acórdão condenatório foi publicado 1/08/2018 no Diário da Justiça. A condenação acaba causando a inelegibilidade do art. 1º, inc. I, alínea “e”, item 2, da Lei Complementar 64/90. “O prazo de inelegibilidade previsto no art. 1º, inc. I, alínea “e”, da LC nº 64/90, decorrente de condenação criminal, por órgão colegiado ou transitada em julgado, nos crimes nela especificados, inicia-se com a condenação e projeta-se por oito anos após o cumprimento da pena, seja ela privativa de liberdade, restritiva de direito ou multa”, diz.

 

Na Ação, o procurador também defende a aplicabilidade e cita julgados, da Lei da Ficha Limpa a fatos anteriores a sua sanção, situação já pacificada pelo STF.

No STF, a defesa do senador impetrou embargos infringentes para tentar contornar a decisão.

RONDONIAGORA

#PRIMEIRAMÃO: A CAMPANHA ELEITORAL VAI PARA AS RUAS. CANDIDATOS 

COMEÇAM BATALHA PELO VOTO NESTA QUINTA

Está tudo pronto para que as campanhas ganhem às ruas, nesta quinta. No MDB, a dobradinha Maurão de Carvalho/Wagner Garcia anda otimista, pelo apoio de nomes peso pesados, como os ex governadores Valdir Raupp e Confúcio Moura, ambos candidatos ao Senado, e, ainda, a chegada do deputado Léo Moraes, que vem como uma força muito importante, entre o eleitorado da Capital. Ele, Marinha Raupp e Lúcio Mosquini buscam vagas na Câmara Federal. Os emedebistas querem eleger todo o pacote, incluindo três nomes para a Câmara. Conseguirão? Entre os tucanos e  aliados, também inicia a corrida atrás do eleitor. Expedito Júnior encabeça a chapa, com o presidente da Câmara de Porto Velho, Maurício Carvalho, como vice. Para o Senado, o grupo vem com o fortíssimo deputado Marcos Rogério e outro que pode surpreender, o Vereador Pastor Edésio, apoiado pela Igreja Universal. Mariana Carvalho, Expedito Neto, Lindomar Garçon e Lucas Follador são os destaques para a Câmara. A coligação sonha em eleger três. No grupo liderado pelo PDT, Acir Gurgacz foi buscar como vice o ex presidente da Assembleia, Noedi Carlos, da região de Machadinho. Para o Senado, dois nomes entre os mais quentes: Jesualdo Pires, que deixou o comando de Ji-Paraná com  um dos melhores prefeitos do Estado e Carlos Magno, 40 anos de Rondônia e parceiro do senador e ex governador Ivo Cassol. O grupo tem gente de primeira para disputar a Câmara. Entre eles o ex prefeito de Porto Velho, Mauro Nazif; a irmã de Cassol, Jaqueline, presidente regional do PP e ainda Luiz Cláudio da Agricultura. Nilton Capixaba, outro candidato importante da aliança, não poderá concorrer, por problemas com a Justiça Eleitoral.

Há várias outras alianças, como a do PT/PSOL, mas com pequenas chances de sequer eleger alguém. Pimenta de Rondônia e Paulo Benito lideram a coligação. Fátima Cleide vai ao Senado. O grupo teria, como principal nome à Câmara, o ex deputado federal Padre Ton. Para a Assembleia, destaca-se Lazinho da Fetagro. Afora eles, a coligação tem chance perto do zero de eleger alguém. Para o Governo, ainda há o jovem candidato da Rede, o professor Vinicius Miguel, que pode ser uma surpresa. Para se ter ideia, há pesquisas em Cacoal, um centro universitário, em que Vinicius está à frente dos demais candidatos ao Governo. O nome da Rede ao Senado é muito quente: Aluízio Vidal, que liderou várias pesquisas como o preferido do eleitorado em Porto Velho, embora seja pouco conhecido nas demais regiões. Os outros candidatos ao Governo e Senado, estão na briga mais para ficarem conhecidos do que por terem chances reais. Marcos Rocha é o nome de Bolsonaro ao Governo do  Estado. Pedro Nazareno, do nanico PSTU está neste time, assim como Charlon da Rocha, do PRTB e Valclei Queiroz, do PMB, o Partido da Mulher Brasileira que só tem homens. Enfim, as cartas estão na mesa. Vamos ver agora, lá na frente, quem sairá festejando, ao final do jogo!

A DECISÃO NO PT VEM DE CIMA!

Para quem ainda acha que poderá haver alguma reversão no caso do racha do PT rondoniense: a decisão do diretório nacional é a que vale. A legislação eleitoral determina a criação de partidos de cima para baixo, ou seja, primeiro nasce a nacional; depois as regionais e depois as municipais. Vem lá de cima a decisão irrecorrível, a menos que, no estatuto do partido, outra forma de decisão seja determinada. Não é o caso do PT. Portanto, a convenção local que foi anulada por decisão do diretório nacional, segundo documento encaminhado ao Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia, está embasada em toda a legalidade exigida. Os membros do diretório regional que se consideram prejudicados, como o grupo dos candidatos Padre Ton e Lazinho da Fetagro, só podem recorrer ao próprio comando nacional e não a qualquer outro método. Caso não cumpram a decisão, os membros da Executiva que exigem a coligação com o PDT e outros aliados, podem, inclusive, serem expulsos do partido. Os petistas, gostando ou não, têm que acatar a decisão que impõe aliança com o PSOL e o lançamento de Fátima Cleide ao Senado. O resto é conversa.

SALVOS NA ÚLTIMA HORA

Foi na última hora. Poucas horas antes de encerrar o prazo dado pela União, para que Rondônia renegociasse a dívida do Beron, para não ter sequestrados pelo menos 300 milhões de reais de dinheiro federal ao que o Estado tem direito, o acordo foi aprovado pela Assembleia Legislativa. Os deputados se sensibilizaram com as exposições do próprio Daniel e de técnicos do governo, que avisaram que, caso não fosse renegociada a conta, poderia haver um grande colapso nas contas públicas. Pela decisão, a dívida do Beron poderá ser paga agora em 20 anos, ao custo mensal aproximado de 11 milhões de reais. Mesmo assim, Rondônia ainda perderá, de imediato, algo em torno de 125 milhões de reais, que serão retidos para pagamento da prestações atrasadas da dívida beronista e de outras várias dívidas que o Estado tem para com a União. Daniel Pereira, contudo, afirmou que não é verdadeira a afirmação de que o Estado não pode mais recorrer contra a cobrança da dívida, caso assine a renegociação. Vai sim assiná-la, resolver um problema imediato, mas continuará lutando no Supremo para que o total a dívida caia pelo menos pela metade. Mesmo que isso aconteça, os compromissos que o Estado tem em termos de débitos passados com os cofres da União, vão ficar na casa de 2 bilhões de reais.

FILME DE TERROR. E SEM LULA!

Os mais pessimistas dizem que será o replay de um filme de terror. Exagero. Na verdade,  o segundo debate dos candidatos à Presidência da República, poderá ser menos ruim do que o primeiro, já que os participantes certamente irão tentar corrigir o festival de besteirol e mesmices que se viu na Band. A vez será da RedeTV!, que promove o encontro dos presidenciáveis a partir das nove da noite, horário de Rondônia, nessa sexta. Haverá nove púlpitos. Um deles ficará vazio, anuncia a emissora, a menos que a Justiça Eleitoral autorize o ex presidente Lula, presidiário em Curitiba, a deixar a cela, para participar do encontro. O PT queria que Fernando Haddad fosse o substituto de Lula, caso ele não seja aprovado pela Justiça para concorrer (o que é 100 por cento certo). Mas Haddad não é considerado candidato titular pelos promotores do debate. Lula, aliás, até agora, é o único entre os nomes citados que aparece nas pesquisas à frente de Jair Bolsonaro, o candidato da direita, no pleito de outubro. Bolsonaro, Ciro Gomes, Geraldo Alkmin, Álvaro Dias, Cabo Daciolo, Guilherme Boulos, Henrique Meireles e Marina Silva confirmaram suas presenças. Surgirá alguma novidade neste segundo encontro ou será, de novo, o mesmo do mesmo?

 

O CONE SUL NA ASSEMBLEIA

O cone sul do Estado vem com vários nomes com chances reais, na disputa por vagas na Assembleia Legislativa. Dois tentam a reeleição: Luizinho Goebel e Rosângela Donadon, ambos com bom eleitorado e mandatos considerados bastante produtivos. Um terceiro nome, também daqueles entre os com possibilidades concretas, é o do ex deputado e ex diretor do DER, Ezequiel Neiva. Em duas eleições ele ficou de fora por causa da coligação em que fazia parte, mas sempre teve excelente votação. É cotadíssimo para ocupar uma das 24 cadeiras do parlamento. Outros nomes do Cone Sul também querem tentar uma carreira em nível estadual e concorrer à Assembleia. Entre eles: Pastor Campos, Walter Mello, Adriano de O Vilhenense, todos de Vilhena  e ainda Valdecir Sapata, que é vereador em Cerejeiras. Maior cidade da região sul do Estado, Vilhena tem 60 mil eleitores e sua vida política é feita de extremos, confusões, denúncias de corrupção e até troca de prefeitos eleitos. O último registro foi da cassação da então prefeita Rosani Donadon. Eduardo Japonês ganhou a nova eleição é o atual Prefeito da cidade. Ele é do PV de Luizinho Goebel.

SÃO 17 C ONCORRENDO AO SENADO

Além de Confúcio Moura, Valdir Raupp, Jesualdo Pires, Carlos Magno, Marcos Rogério, Vereador Pastor Edésio, Fátima Cleide e Aluízio Vidal, oito entre os nomes mais conhecidos na nossa política, haverá ainda outros nove concorrentes, cujos nomes estarão nas urnas como opção ao eleitor rondoniense. Há, entre os representantes dos pequenos partidos,  apenas um político que já teve mandato: o representante do PRTB, Ted Wilson, que já foi vereador em Porto Velho. E outro que já disputou eleições e chegou a assumir cadeira na Câmara da Capital: Bosco da Federal, do PPS. Na relação, destacam-se também candidatos como Fabrício Grisi Médico Jurado, que concorre pelo Partido Novo e que é, sim, uma candidatura opcional bastante viável. Disputarão o Senado ainda Irailton Daure de Souza (PMB), Jaime Maximino Bagattoli (PSL), Josenir Lopes Dettoni (PMB), Paulo Sérgio Augusto da Silva (PSTU) e Tito Soares Paz (PSTU). No total, 17 rondonienses sonham em chegar a uma das duas cadeiras do Senado a que Rondônia terá direito. Será uma das disputas mais acirradas das últimas eleições.

FIM DA MOLEZA DAS SAÍDAS TEMPORÁRIAS?

Até que enfim, uma pequena luz no final do túnel. Depois de longos anos de omissão, de mão lavadas, pela grande maioria das autoridades brasileiras, principalmente no Congresso, onde as leis devem ser feitas e, se ruins para a sociedade, modificadas, apareceram, agora, algumas vozes em defesa da grande maioria dos brasileiros. Um grupo de senadores – entre eles José Medeiros, do Podemos do Mato Grosso; Ciro Nogueira, do PP do Piauí: Ana Amélia Lemos, do PP do Rio Grande do Sul; Wilder Morais, do DEM de Goiás: Lasier Martins, do PSD do Rio Grande do Sul; Pedro Caves, do PRB do Mato Grosso do Sul e Fernando Bezerra Coelho, do MDB de Pernambuco, começam a se insurgir contra a farra das saídas temporárias de presos, uma excrescência inventada para dar liberdade a criminosos de todas as estirpes. Além desses senadores, há outros, também, apresentando propostas para reduzir, controlar, impor mais segurança ou até extinguir qualquer tipo de saída temporária, inclusive para assassinos e psicopatas, que, em muitos casos, saem da cadeia e levam grande perigo para a sociedade, Um pacote de projetos está sendo analisado nas comissões do Senado e pode sair do papel ainda neste ano. Um dos projetos mais justos é da senadora Ana Amélia, que agora é candidata a vice-presidente da República na chapa liderada por Geraldo Alkmin. Ela quer que os presos tenham apenas uma saída por ano e assim mesmo apenas para os que detentos que tenham uma única condenação. Nunca para os que praticam reiterados crimes e ainda são beneficiados, contra qualquer bom sendo que envolva a segurança a população.

PERGUNTINHA

Você vai retirar as criancinhas da sala, quando começar mais um debate entre os atuais Presidenciáveis ou vai permitir que elas corram o risco de ficarem traumatizadas?

 

#ELEIÇÕES2018: Expedito Jr fará lançamento oficial da campanha dia 17

Lançamento será feito simultaneamente em nove municípios, onde os correligionários poderão participar ao vivo via Skype.

 

O candidato a governador pelo PSDB, Expedito Junior, juntamente com seu candidato a vice, Maurício Carvalho,  e os candidatos ao Senado, Marcos Rogério (Democratas) e Pastor Edésio (PRB), fará um grande evento que poderá ser acompanhado ao vivo em todo o Estado, para marcar o lançamento oficial das candidaturas majoritária e proporcionais do PSDB, Democratas, PSD, PRB e Patriotas.

O lançamento será nesta quinta-feira (16), em Porto Velho, a partir das 20h, no cruzamento das avenidas Amazonas com Jorge Teixeira, de onde será transmitido para Ariquemes, Jaru, Ji-Paraná, Cacoal, Vilhena, Rolim de Moura, São Miguel do Guaporé e Guajará-Mirim. O acontecimento poderá ser assistido pela internet em qualquer onde tenha sinal, porém, nestes municípios polos, os candidatos e correligionários poderão participar ao vivo, via Skype.

Nestes municípios, os candidatos a deputado estadual e federal de cada região estarão organizando em determinados locais, como clubes, ginásios cobertos e outros, a concentração de pessoas para que o lançamento tenha impacto nos quatro cantos do Estado. Espera-se a mobilização de milhares de pessoas.

“Agora é por os pés na estrada. Vamos percorrer os 52 municípios, além de distritos, vilas e povoados para debater com os moradores de cada localidade seus anseios e suas prioridades. Nosso plano de governo será apresentado e debatido com a sociedade, porém queremos ouvir a população para que nossas ações estejam em sintonia com a vontade popular”, disse Expedito Junior.

Confiante no êxito da caminhada, Expedito Junior diz que está se aproximando a hora de Rondônia experimentar um novo modelo de gestão “capaz de adotar medidas que possam fomentar o crescimento econômico, principalmente por meio do incentivo à produção e ao agronegócio de uma maneira em geral”, destacou.

#ELEIÇÕES2018: Candidatura de Acir é cadastrada no TRE

Também foram cadastradas as candidaturas de Jesualdo Pires (PSB) e Carlos Magno (PP) ao Senado Federal, completando a coligação majoritária. A coligação proporcional encabeçada por Acir Gurgacz conta com 18 candidatos a deputado federal e 148 candidatos a deputado estadual.

Publicada em 15 de agosto de 2018 às 22:16

O senador Acir Gurgacz (PDT) teve sua candidatura ao governo do Estado cadastrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), tendo como vice o ex-deputado estadual Neodi Carlos de Oliveira (DC). A coligação foi cadastrada com o nome “Juntos por um novo tempo para Rondônia”, e reúne nove partidos: PDT, PSB, PP, PR, SD, DC, PTB, PT e PTC.

Também foram cadastradas as candidaturas de Jesualdo Pires (PSB) e Carlos Magno (PP) ao Senado Federal, completando a coligação majoritária. A coligação proporcional encabeçada por Acir Gurgacz conta com 18 candidatos a deputado federal e 148 candidatos a deputado estadual.

O senador Acir Gurgacz destaca que a coligação “Juntos por um novo tempo para Rondônia” foi construída em nome da união e de um projeto coletivo que pretende resgatar a esperança e a prosperidade para Rondônia. “Formamos uma coligação de partidos e pessoas que trabalham por um futuro melhor para Rondônia e que tem esse compromisso firmado com a população”, destaca Acir.

Guarim Liberato Jr

#PRIMEIRAMÃO: UNIÃO AMEAÇA RONDÔNIA COM UM TOMAHAWK  POR CAUSA DA DÍVIDA PORNOGRÁFICA  DO BERON

O governador Daniel Pereira está inconformado e garante que vai partir para a briga, porque não aceita a imposição da União, que está chantageando Rondônia, com ameaças de sequestro de valores dos repasses ao Estado de até 300 milhões de reais, caso não seja assinada a repactuação da dívida. Nesta terça, em reunião na Assembleia Legislativa, o Governador relatou que mesmo que assine, ainda assim o Estado vai ter sequestrados nada menos do que 125 milhões de reais. A verdade é que se não houver alguma mudança radical ou seja, caso as ações planejadas pelo Governo não forem acatadas imediatamente pela Justiça, as finanças do Estado podem entrar em colapso e inclusive colocar em risco os pagamentos do funcionalismo, até o final do ano. Mas não só isso, como lembrou o presidente da Assembleia, Maurão de Carvalho: o cutelo sobre a cabeça dos rondonienses pode representar a falta de dinheiro para os repasses aos Poderes e até para cobrir os gastos como setores vitais, como a saúde, a educação, a segurança pública e todas as demais pastas da administração estadual.  No encontro, o deputado Hermínio Coelho resumiu o desespero da situação:  “Rondônia não pode aceitar essa imposição, para sacrificar o povo e quebrar nosso Estado. Não podemos nos calar e aceitar isso”, afirmou. O caso Beron caiu como uma bomba nas nossas finanças públicas. Durante quatro anos, o pagamento havia sido suspenso. Primeiro, por causa da grande enchente de 2014, quando a União topou que todos os recursos possíveis fossem destinados a recuperar a destruição causada pelas águas. Depois, por uma liminar que percorria os meandros do Judiciário. Até que, na semana passada, a liminar caiu e Rondônia terá que pagar agora não só as mensalidades atuais, como também as que não foram pagas nesse período. Um verdadeiro míssel contra os cofres do governo rondoniense.

O Governador já havia dito que não aceitaria que o Estado seja obrigado a cumprir uma decisão que lhe venha em prejuízo do seu povo. Por isso, já visou, não abrirá mão de todas as ações judiciais que já interpôs  e de novas, que pretende encaminhar ao Judiciário, para que cesse essa cobrança pornográfica, de uma conta que já nos custou milhões e milhões de reais e que, até agora, a União pretende renegociar, como se ainda houvesse o que pagar. O problema maior é que o prazo para pagamento dos 300 milhões ou dos 125 milhões, caso o Governo capitule e assine o novo acordo, termina nessa quarta. O tempo é a forma que a União ameaça e chantageia Rondônia. Daniel já pediu uma reunião com a Presidência do STF, que, aliás, está trocando nesta quarta. Ele vai pedir socorro ao ministro Dias Toffoli, mas o tempo corre contra Rondônia. Como nos defenderemos desse míssil Tomahawk, que voa a milhares e quilômetros por hora e que pode destruir nossas finanças nas próximas 48 horas?

DIA D PARA OFICIALIZAR CANDIDATURAS

A quarta-feira, dia 15, é o prazo final para que todas as coligações e candidatos estejam oficialmente inscritos na Justiça Eleitoral, para poderem disputar as eleições de outubro. O calendário eleitoral do TSE informa: “15 de agosto é o último dia para os partidos registrarem no TSE os candidatos.”  Diz ainda a legislação que “os pedidos de registro de candidato devem ser entregues até às 19h do dia 15 de agosto do ano eleitoral. Para candidatos a Presidente e a Vice-Presidente da República, as solicitações serão feitas no TSE; para Senador, Deputado Federal, Governador e Vice-Governador, Deputado Distrital e Deputado Estadual, nos TREs.  A verdade é que até a noite desta quarta, ainda há risco de mudanças – embora não necessariamente isso vá acontecer – em todas as coligações. Só se poderá dizer que está tudo realmente fechado, em termos de acordos e de cumprimento do que foi decidido nas convenções, depois que todos os pedidos de registros forem feitos. Nos bastidores, ao menos em relação às coligações já fechadas no Estado, não se ouve informações de bastidores que possa haver alguma mudança. Mas é sempre bom lembrar que as coisas na política podem acontecer na 25ª hora. Na manhã da quinta, saberemos como as coisas ficaram, oficialmente.

O FATÍDICO 17 DE SETEMBRO

A partir do pedido de registro das candidaturas, começa nova e decisiva fase: a Justiça Eleitoral tem até 17 de setembro para a impugnação de qualquer candidatura. O que tem sido destacado é que todos os candidatos que até lá tenham sido condenados em segundo grau e sem terem suas sentenças suspensas, se tornarão inelegíveis. É o caso do ex Presidente Lula, confirmado como o candidato do PT à Presidência, mas que está condenado e preso. Mesmo que seja solto por alguma decisão judicial nesse período, ele estará inelegível, perante a legislação eleitoral, a menos que sua condenação seja suspensa. O mesmo acontece com dezenas de candidatos, muitos deles aqui em Rondônia. A partir do pedido de registro, começam os cruzamentos de dados. Os candidatos que forem considerados incursos na Lei da Ficha Limpa e que tenham condenação em segundo grau, segundo decisão do Supremo, estarão proibidos de disputar o pleito. A partir de 17 de setembro, quem for impugnado tem duas escolhas: ou continuar concorrendo subjudice, até que seu processo seja julgado no TSE e no STF ou abre mão e indica um substituto. No caso de Lula, o plano B é o ex prefeito de São Paulo e ex ministro da Educação, Fernando Haddad. Nas situações em Rondônia, só se saberá das decisões depois do fatídico 17 de setembro.

MENTIRAS CRIMINOSAS CONTRA A AMAZÔNIA

Quase todos os dias, ambientalistas de gabinete que defendem os interesses de outros países, nunca do Brasil, reproduzem teorias inacreditáveis ou com denúncias graves sobre a “destruição” da Amazônia, obviamente com as intenções que as pessoas sérias e decentes deste país compreendem muito bem. Imediatamente as denúncias (não importa se comprovadas ou não; se tenham base científica ou não; se sejam sérias ou não), são reproduzidas em parte da mídia brasileira, direcionada, defendendo o  esquerdismo e as teorias ideológicas também já bastante conhecidas. A última é que poderosos investimentos internacionais, que não podem ser rastreados (imaginem só!), são responsáveis por boa parte do desmatamento da região, porque apoiaria a criação de gado, a plantação de soja e a pesca predatória, exatamente nossas maiores riquezas. Coincidência? Claro que os otários de sempre, cegos pela ideologia, vão engolir mais esse besteirol plantado pelas ONGs internacionais, aquelas mesmas que mandam e desmandam na maior floresta do mundo, enquanto o governo brasileiro faz ouvidos moucos. Aliás, quem  achar que é exagero, dê uma lida em algumas conclusões da CPI das ONGs, realizada entre 2003 e 2006. Vai arrepiar seus cabelos. Daí, com dados verdadeiros…

 

PARQUE DE DIVERSÃO PARA ASSASSINOS

Eles estão se lixando para a vida dos outros. Vagabundos, cruéis, desumanos, absurdamente impunes, atacam em todos os cantos do Brasil. Mataram dois jovens para roubarem celulares, em São Paulo. Fizeram o mesmo em São Leopoldo, na Grande Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Atiraram a queima roupa no Rio. E mataram, com frieza, com se a vida dela não valesse absolutamente nada, uma menina trabalhadora, em Porto Velho. São os canalhas que abundam país afora, protegidos por leis espúrias e vagabundas, tanto quanto eles, os assassinos cruéis e sanguinários. Não se ouve gritos de protestos, por parte de nenhuma autoridade. Apenas se ouve os gritos de desespero e o choro daqueles que perderam entes queridos para essa corja de animais, disfarçados de seres humanos. A jovem que morreu no dia do seu aniversário, quando saía do trabalho, num Parque da perigosa zona leste, é apenas mais uma, morta apenas para saciar a sanha assassina destes canalhas. Eles sim, fazem das ruas e do terror seu parque de diversões. E nós temos que morrer calados. No país onde só existem direitos humanos para bandidos, todos os dias aparecem leis para proteção a quem comete crime, nunca a quem é vítima dele. E os governos – tanto da União quanto dos Estados –  gastam bilhões, do nosso dinheiro, em programas e segurança pública que não funcionam e nunca vão funcionar, porque os bandidos têm a mão forte das leis a lhes proteger e a lhes garantir impunidade. Ate quando suportaremos?

 

PÉSSIMO EXEMPLO AOS FILHOS

Nesses tempos de violência, de falta de respeito, de pais que deseducam seus filhos ao invés de ensiná-los a bondade e a boa convivência, um episódio lamentável, ocorrido no final de semana, numa escola da Capital, deixou a todos que o assistiram indignados. O jornalista Elianio Nascimento, que estava no local, acompanhado dos seus filhos, relatou o episódio nas redes sociais: “o esforço e a simpatia de dezenas de crianças foram ofuscados na manhã deste sábado por dois homens sem noção. que saíram aos murros na festa dos pais da Escola Terra Nova, em Porto Velho. Nunca passei por uma situação dessas! Aliás, nem eu nem Emmanuel, Bianca (seus filhos) e tantos outros pequenos que foram ao desespero, quando viram os dois babacas se socando e caindo ao chão. Um deles teve lesões no rosto. O pior de tudo é saber o motivo: um ficou na frente do outro que queria fazer fotos do filho. Um lugar pacato, de alegria e felicidade se tornou em um cenário policial. A escola não teve qualquer culpa. Ao contrário, fez seu papel de unir filhos e pais. Mas dois deles demonstraram que quem precisa de mais educação não são suas crianças”. É esse tipo de gente que tem a petulância de criticar a tudo e a todos; a criticar o sistema de ensino; a querer dar pitaco na vida dos outros. Os filhos destes dois trogloditas, certamente ficarão marcados por anos a fio, pelo papel violento, ridículo e antissocial dos seus pais. E tomara que não aprendam a ser violentos como eles.

O POLÊMICO AMORIM PERDE SEU MANDATO

Ernandes Amorim já foi eleito para diversos cargos, incluindo o de Senador. É um dos nomes poderosos da política, na região de Ariquemes, onde ele foi prefeito duas vezes. Depois de enfrentar muitos problemas com a Justiça, recomeçou sua carreira como vereador na sua cidade. Agora, foi defenestrado. Novamente por decisão judicial, Amorim teve cassado seu mandato foi obrigado a deixar seu gabinete, abrindo espaço para que seu suplente,  Zul Pinheiro, do PDT, assuma a cadeira. Condenado por crimes ambientais, que teriam sido praticados na região se Machadinho do Oeste, o controvertido Amorim ficou um ano e sete meses na Câmara Municipal. Teve seu mandato cassado por decisão de primeira instância. Recorreu ao Tribunal de Justiça, mas o Desembargador Eurico Montenegro Júnior manteve a decisão. Em determinado ponto de sua sentença, ele decidiu: “conforme consolidada jurisprudência do STF, a sentença criminal condenatória transitada em julgado é suficiente para ensejar a perda do mandato eletivo de vereadores e deputados estaduais, sendo desnecessária a deliberação da respectiva casa legislativa”. Amorim pedia que o assunto fosse votado na Câmara. Agora, ele é candidato a deputado estadual pelo PP. Com essa condenação, que já passou também pelo segundo grau, ele pode ter sua intenção impedida pela Lei da Ficha Limpa.  Amorim é polêmico, mas ainda um político muito querido na sua cidade. Só que não consegue se livrar dos problemas judiciais que já lhe causaram grandes perdas, em sua carreira política.

PERGUNTINHA

Você e sua família têm conseguido dormir mais tranquilos e com menos angústia, depois de ter assistido ao primeiro debate entre os Presidenciáveis, na Band?

#ROLIMDEMOURA:Teatro Municipal é reinaugurado em grande estilo com diversas apresentações

Mais uma obra que estava paralisada, foi concluída e entregue a população de Rolim de Moura (RO) na noite deste sábado (11/08), a solenidade contou com a presença do Prefeito Luizão do Trento, vice-prefeito Fabricio Melo e o Presidente da Câmara, o vereador Aldo Julio.

O Teatro Municipal Francisca Verônica de Carvalho foi inaugurado na gestão 2001/2004. Desde a construção do teatro esta foi a primeira grande reforma do espaço.

A reforma do Teatro Municipal foi executada pela empresa R. C. Tabalipa Ltda, investidos mais de R$ 300 mil reais de recursos do Ministério da Cultura, fruto de emenda parlamentar da deputada Marinha Raupp, com contrapartida do município.

O Teatro contou com uma nova pintura, substituição de forro, telhados, reparos de infraestrutura e demais necessidades daquele prédio público. Desde a construção do teatro, esta foi a primeira grande reforma do espaço, que é utilizado pela comunidade. Os atrasos aconteceram por faltarem alguns itens no projeto, como é o caso das portas antipânico e o sistema de combate a incêndio, precisando ser aditivados valores e ajustados ao projeto.

A solenidade iniciou com a com diversas apresentações regionais sendo elas: Escola de Dança Glenda Silva com apresentações do Baby Ballet, formado por alunas com 2 anos de idade, Ballet infantil (baby 2), Ballet Jovem, Jazz com a coreografia “ Black Pink”, Jazz Contemporâneo coreografada pelos dançarinos e bailarinos Bruna & Kaleb. A jovem cantora Glaucya Lizainy de Souza com apenas 10 anos de idade, estudante do 5º ano na Escola João Batista Dias emocionou o público presente cantando a música Era uma vez. Os cantores Grazielli e Paulinho também encantaram o público com a música Aleluia e alguns refrãos de músicas sertanejas. O Cantor Mattias emocionou a todos com as músicas olha pra mim – Melk Villar e Senhor do Tempo – Baruk.

A escola de dança “Glenda Silva” uniu-se aos instrutores de zumba de nosso município e região e tiraram o folego de todos que estavam presentes com uma mega apresentação de Zumba Mix.