A Associação Doutores sem Fronteiras confirmou a vinda do projeto para Rondônia em 2017. Os atendimentos serão realizados entre os dias 29 de junho a 25 de julho, em duas etapas: terras indígenas Sete de Setembro, Aldeia de Lapetanha, Tribo Paiter-Suruí e Uru-Eu-Wau-Wau; e região do Baixo Madeira – distrito de Nazaré e Reserva Extrativista do Lago do Cuniã, em Porto Velho. A previsão é que cerca de 2 mil procedimentos sejam realizados.

O fundador da associação, cirurgião-dentista Caio Machado, afirma que a cada ano o Doutores sem Fronteiras vem crescendo com a filosofia de ajudar pessoas e chamar a atenção do Poder Público. “Eu acredito que nós profissionais da saúde temos, não só o dever, mas a obrigação de ajudar as pessoas que não tem acesso. Por isso, criamos o projeto que cresceu e hoje se tornou uma associação, que visa ajudar a fazer um mundo melhor”, pontua.

Cerca de 50 ativistas e intercambistas devem atuar em Rondônia neste ano. O projeto contará com três consultórios portáteis e materiais de última geração para realizar os atendimentos. A equipe atuará com serviços odontológicos, tais como tratamentos preventivos e curativos, tratamento de canal seção única, restaurações, implantes dentários, cirurgias, confecção de próteses totais e parciais.

Caio explica que em 2017 os atendimentos serão feitos em duas fases. “A primeira etapa terá novidades, pois iremos às terras indígenas Sete de Setembro; Aldeia de Lapetanha; Tribo Paiter-Suruí; e Terra Indígena de Uru-Eu-Wau-Wau, onde, pela primeira vez, haverá uma intervenção deste tipo e magnitude. Na segunda etapa vamos fazer como no ano passado, quando fomos ao Baixo Madeira”, comenta.

Em 2016, ao todo, o Doutores sem Fronteira realizou 681 procedimentos em duas comunidades – distrito de Nazaré e Reserva Extrativista do Lago do Cuniã.

 

Doutores sem Fronteira

A Associação Doutores sem Fronteiras é uma entidade sem fins lucrativos que tem como objetivo fomentar a retribuição das conquistas profissionais, por meio da colaboração, utilizando o conhecimento técnico de seus associados com o intuito de erradicar a falta de acesso de determinadas populações às premissas básicas de saúde, educação e bem estar, sem interferir na cultura, religião e características sociais das localidades atendidas.

Para colaborar ou se tornar um associado, basta acessar o site da associação e colaborar com projeto, para informações o e-mail: [email protected]. Clique aqui e acesse o site.

SOMA ASSESSORIA

Comentários

comentários