Eleito em novembro do ano passado, o Juiz de direito Jayme Martins de Oliveira Neto vai ter a missão de conduzir as ações da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) durante o triênio 2017/2019. O magistrado paulista chega à Porto Velho na sexta-feira (3) quando vai participar da posse do novo presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia (Ameron).

“Essa será mais uma oportunidade que os juízes de Rondônia vão ter para dialogar diretamente com a associação nacional, ou seja, buscar informações sobre os assuntos que estão em evidência e interessam à magistratura, conhecer os trabalhos que estão sendo desenvolvidos pela nova direção e trocar experiências”, avalia o presidente da Ameron, desembargador Alexandre Miguel.

A diretoria da AMB tem na nova composição algumas cadeiras ocupadas por juízes rondonienses. O juiz de direito Francisco Borges é vice-presidente de interiorização; a secretaria de Infância e Juventude agora é ocupada pelo juiz Marcelo Tramontini. O desembargador Raduan Miguel Filho é o assessor especial da presidência. A juíza Euma Mendonça Tourinho está na secretaria de prerrogativas da AMB e a vice-presidente da Ameron, juíza Inês Moreira da Costa acumula a função de secretária de planejamento estratégico e previdência da entidade nacional.

“A visita do presidente da AMB à Porto Velho representa o prestígio que a magistratura de Rondônia tem perante a entidade nacional. É importante nossa magistratura participar dos debates, trocando ideias e ouvindo as proposições. Essa visita significa uma forma de estreitar os laços com os demais juízes do estado”, explica o vice-presidente de interiorização da AMB e diretor de eventos da Ameron, juiz Francisco Borges.

Essa será a segunda vez do magistrado paulista na capital rondoniense, a última vez ocorreu em novembro do ano passado quando ainda fazia campanha ao aspirar a presidência da AMB. O principal compromisso na agenda do juiz Jayme de Oliveira no estado é a participação na cerimônia de posse do novo presidente da Ameron, desembargador Alexandre Miguel.

Marco Sales – Assessoria de Comunicação/Ameron

Comentários

comentários