Deputada de primeiro mandato frustrou Carlos Sampaio (SP) e pôs novo líder da bancada em situação delicada

Não é a primeira vez que a Deputada Mariana vai de encontro com a determinação do partido, ela votou em EDUARDO CUNHA  para presidência da Câmara dos deputados em 2014.

leia também:

Mariana Carvalho trai PSDB e vota em Eduardo Cunha, do PMDB

Deputada de primeiro mandato, Mariana Carvalho (PSDB-RO) surpreendeu a todos ao conseguir mais de 400 votos e se eleger como segunda secretária da mesa da Câmara na eleição ocorrida na quinta-feira (2). Seria motivo para os tucanos comemorarem se o sucesso de Mariana Carvalho não tivesse ocorrido à custa da frustração do deputado Carlos Sampaio (SP).

A desistência de Sampaio a poucos instantes da eleição abalou um acordo feito há tempos. Ele previa a ida de Antonio Imbassahy para a Secretaria de Governo (confirmada), a eleição de Ricardo Tripoli (SP) para a liderança do partido na Câmara (confirmada) e a indicação do próprio Sampaio (frustrada) para uma posição na mesa diretora. O acordo passara pelo crivo do presidente da legenda, o senador Aécio Neves (MG).

Alguns deputados esperam que Tripoli e o comando do partido punam Mariana por não ter se submetido ao resultado da eleição interna, que deu a Sampaio o poder de se candidatar.

Como segunda secretária, Mariana será responsável por providenciar passaportes diplomáticos aos deputados e dependentes.

COM INFORMAÇÕES ÉPOCA

Comentários

comentários