Duas mulheres de 18 e 31 anos, em uma motocicleta, foram atropeladas por uma caminhonete de cor preta, conduzida por um médico que não teria prestado socorro às vítimas. O imprudente fato ocorreu na noite deste último sábado (1°), na rua Getúlio Vargas com rua Ciro Escobar, bairro União, no município da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste.

As vítimas relataram à polícia que seguiam em uma motocicleta Yamaha Factor YBR pela rua Getúlio Vargas, sentido avenida Daniel Comboni e Bosque Municipal, quando uma caminhonete de cor preta que seguia pela rua Ciro Escobar entrou em alta velocidade pela rua Getúlio Vargas, no sentido avenida Daniel Comboni, vindo a atingir a motocicleta e as duas ocupantes.

Testemunhas que identificaram o condutor apenas como sendo um suposto médico que trabalha na rede municipal de saúde, informaram que ele não prestou socorro às vítimas e que, após o acidente, continuou arrastando a motocicleta por mais de 200 metros pela avenida Daniel Comboni até próximo à rua dos Seringueiros. Em seguida, mesmo sendo perseguido por vários populares, o suspeito conseguiu empreender fuga.

A condutora da motocicleta sofreu corte no braço, dedo e no quadril. Já a vítima que estava na garupa teve luxações no braço e perna esquerda, sendo elas socorridas por uma equipe do Corpo de Bombeiros até o hospital municipal.

Após o acidente, populares relataram ter visto o suposto médico conduzindo uma caminhonete de cor preta, com a frente totalmente danificada, por várias ruas da cidade. A Polícia Militar foi acionada, mas não localizou o suspeito e tampouco o veículo que teria causado o atropelamento.

 

ATUALIZAÇÃO

POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADO DE PRISÃO EM DESFAVOR DE MÉDICO INVESTIGADO POR HOMICÍDIO TENTADO.


Na tarde de hoje (03/04/2017), as equipes da Polícia Civil em Ouro Preto do Oeste, coordenadas pelos delegados Roberto dos Santos da Silva e Julio Cesar de Souza Ferreira, deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido em desfavor do nacional Leno Fagner Maltezo, o qual está sendo investigado pela prática de homicídio tentado.
De acordo com os investigadores, o médico seria o autor do fato ocorrido no último sábado à noite (1º/04/17), quando uma camioneta Toyota Hilux teria atropelado duas moças e arrastado a motocicleta das mesmas por mais de cem metros na avenida Daniel Comboni, centro da cidade.
Os Delegados responsáveis pela prisão informaram que a polícia requereu prisão preventiva para o investigado, sendo deferida a ordem judicial e cumprido à tarde desta segunda-feira, em razão de tudo que foi colhido em depoimentos e da grande comoção causada pelo fato.
O investigado foi recolhido à Casa de Detenção, onde aguardará à disposição da justiça.

gazeta central

  O Central JN RO Inicio

Comentários

comentários