Na manhã desta terça-feira, dia 11,  o titular da 32ª Delegacia Policial do Rio de Janeiro, Taquara, Rodolfo Waldeck, confirmou que aguarda a figurinista Susllem Tonani para prestar depoimento no caso de assédio que sofreu por José Mayer. Isso dá sequência à investigação do caso, que pode levar a um inquérito policial e futura condenação do ator, afastado da Globo, caso seja comprovado o assédio sexual.

O delegado não revelou a data do depoimento da figurinista.No dia 31 de março, a profissional conhecida como Su Tonani acusou o ator José Mayer de assédio sexual, através de um texto publicado no blog #Agoraéquesãoelas, do jornal Folha de S. Paulo.

Em relato, ela contou que o assédio começou há oito meses durante as gravações da novela A Lei do Amor. Em seguida, Mayer negou o caso e explicou que a funcionária da emissora confundiu as declarações do personagem Tião Bezerra com o ator. Após uma mobilização nas redes sociais por parte das atrizes da Globo e funcionárias da emissora, o ator acabou assumindo a culpa e pediu desculpas pelo erro cometido.

A assessoria de imprensa de José Mayer informou que o ator não irá se pronunciar sobre o assunto no momento. Questionados se Mayer será ouvido pela polícia, a representante do ator não quis confirmar a informação. O departamento de Comunicações da Rede Globo informou que não irá se pronunciar sobre o assunto.

ESTRELANDO

Comentários

comentários