Ivo Cassol acompanhado pelo presidente da Assembléia Legislativa, Neodi Oliveira, pelo deputado estadual, Tiziu Jidalias, e pelo secretário João Carlos, na época da CPI das Usinas.

 

LIGAÇÕES PERIGOSAS
O “homem do Cassol” delatado junto com seu chefe de receber propina de 3 milhões de reais, logo após deixar o Governo de Rondônia (saiu junto com “seu patrão” que foi disputar o Senado).

LIGAÇÕES PERIGOSAS I
O Governador empossado João Aparecido Cahula (era vice do Cassol) manteve o secretariado do Cassol.

LIGAÇÕES PERIGOSAS II
Mas o Secretário João Carlos Gonçalves Ribeiro “pediu” para sair.

LIGAÇÕES PERIGOSAS III
Fontes me informaram que foi trabalhar na Usina de Santo Antônio, tal fato se confirmado poderá mostrar as famosas “ligações perigosas”

LIGAÇÕES PERIGOSAS IV
Se o “dono de tudo” Marcelo Odebrecht “deu com a língua nos dentes” imagina um funcionário não se sabe por quem foi indicado?

DALLAS OU CASSOL
O Dallas não sei, mas o Cassol falaria “anssim”: “Cada um responde pelo seu CÊPÊFÊ, quero ver o posicionamento da Santo Antônio Energia com está ligação “umbilical” com o ex secretário João Carlos.

TÁ NA ÁREA AINDA
João Carlos ainda é visto constantemente na Usina de Santo Antônio.

QUE É ISSO COMPANHEIRO?
Segundo a revista CARTA CAPITAL o deputado federal Arlindo Chinaglia, presidente da Câmara entre 2007 e 2009, é apontado pelos delatores como destinatário de 10 milhões de reais em um esquema relacionado a obras da hidrelétrica de Santo Antonio. Outros beneficiários teriam sido o deputado cassado Eduardo Cunha e o senador Romero Jucá, ambos do PMDB.

CPI DAS USINAS
Ela existiu, mas…. confira aqui

Comentários

comentários