Reportagem do Bom Dia Brasil, da Rede Globo, veiculada nesta segunda-feira, 24, mostrou como Rodovia Interoceânica, que liga o Brasil ao Peru, não trouxe a integração comercial esperada entre os dois países a partir do Acre. A estrada foi planejada para integrar o Brasil aos vizinhos andinos e dar acesso aos portos peruanos no Pacífico.

O Bom Dia Brasil vai exibir, esta semana, um relato diário dessa viagem desde o Acre, pela BR-317, cruzando o Peru até o Oceano Pacífico. A rodovia tem, ao todo, 2,6 mil quilômetros, a maior parte feita por um consórcio liderado pela Odebrecht.

O lançamento da Interoceânica era a promessa de integração comercial com um acesso ao Oceano Pacífico para os produtos brasileiros que vão para a Ásia — principalmente a soja. A ideia era reduzir os custos e o tempo de viagem em cinco dias.

Só que nada disso aconteceu. A obra começou em 2005 e ficou pronta cinco anos depois. Mas o último levantamento sobre o movimento na rodovia no trecho brasileiro mostra que a média de circulação era de sete veículos comerciais por hora. Quer dizer, uma média ridiculamente baixa. Segundo as autoridades peruanas, não tem produto brasileiro transitando a caminho dos portos no Peru.

Os repórteres Chico Regueira e Alberto Fernandez estão fazendo esse caminho. Começaram por Rio Branco, passaram por Assis Brasil, cruzaram a fronteira e foram até Iñapari, no Peru.Eles contam como essa região do Acre manteve o isolamento e não consegue tirar proveito da proximidade com o país vizinho.

Comentários

comentários