Aquela que é considerada a viagem de ônibus mais longa do mundo passa pelo Acre e quatro países da América Latina, em boa parte cruzando a Amazônia Internacional e a Cordilheira dos Andes. Percorrendo 15 mil quilômetros, o trajeto completo sai do Rio de Janeiro, corta 150 cidades, tem seu final em Bogotá, na Colômbia, e custa R$1,3 mil – algo até barato se não levar em conta outras despesas (com alimentação, por exemplo).

Quem faz a viagem é a Expresso Internacional Ormeño S.A é a empresa responsável pela viagem, que tem saídas toda semana do Rio de Janeiro. De acordo com a empresa, é em São Paulo que o maior número de pessoas embarca.

Em território brasileiro, o ônibus percorre uma grande extensão da BR 364, passa por Porto Velho, faz a travessia de balsa no Rio Madeira, e ruma ao Acre, onde entra na Estrada do Pacífico para entrar no Peru. Ali, de acordo com portais especializados em turismo, percorre a rodovia pavimentada mais alta do mundo, ao longo da Cordilheira dos Andes, completando nesse momento apenas metade da viagem. Ao longo dos dias, os passageiros podem observar as diferenças climáticas, culturais, arquitetônicas e todo o contraste dos países vizinhos.

Comentários

comentários