Em sessão ordinária ocorrida nesta segunda-feira (08) na Câmara Municipal, a vereadora Cristiane Lopes votou favorável ao Projeto de Lei Complementar nº  907/2017 de autoria do Executivo Municipal que retira a assistência à saúde dos servidores sem vínculo efetivo, ocupantes de cargos comissionados do Município de Porto Velho.

De acordo com o Executivo, o objetivo da Lei é acabar com a crise da assistência à saúde no município, que sofreu ao longo dos últimos anos por conta da contratação pensada de servidores comissionados com o objetivo de fazer algum tipo de cirurgia.

A vereadora afirmou ser favorável ao projeto de lei, por não concordar com a forma que o IPAM estava sendo usado para promoção política. “Infelizmente, por conta do erro de alguns, todos terão que pagar. É inadmissível que a assistência à saúde seja usada para que os políticos se promovam, principalmente em um momento de dificuldades como o que estamos enfrentando agora na saúde do município”, confirma Cristiane Lopes.

Larissa Malta

Comentários

comentários