Promover e garantir a inclusão social tem sido uma das prioridades do Consórcio SIM, desde o início de suas atividades, há pouco mais de um ano. Um dos exemplos, é o cumprimento da Lei Federal 8.213/91, que dispõe sobre a contratação de Pessoa com Deficiência (PCD). A empresa sempre priorizou e garante, em seu quadro de funcionários, disponibilidade de funções para receber esse público, que carece de oportunidade,  independente da exigência da legislação.

Recentemente, o Consórcio SIM fez chamamento e ampliou seu quadro de funcionários, que conta atualmente com 34 colaboradores que possuem alguma deficiência (PCD), alocados nas funções de cobrador, fiscal de tráfego, mecânico, motorista, lavador de ônibus, entre outras.

A diretora do Consórcio SIM, Elizabete Barufaldi,  acredita que a contratação de pessoas com deficiência “potencializa o trabalho de inclusão  na empresa, combatendo o preconceito e reconhecendo a igualdade essencial entre as pessoas, focando  nas habilidades dos novos contratados”.

Josué Andrade Gomes, 41 anos, PCD, vítima de acidente de trânsito, contratado para a função de cobrador relata que foi muito bem recebido desde o momento da entrevista, até o treinamento e “esse tratamento não foi por causa da minha deficiência, pois em momento algum fui tratado com diferença”.

Já Tifani Emanuell, 18 anos, teve no Consórcio SIM a oportunidade do seu primeiro emprego. Ela que foi contratada para função de cobradora, comenta que a inclusão na empresa lhe garantiu aprender novas atividades, acesso a novos conhecimentos, profissionalização por meio dos constantes treinamentos e ainda lhe garantiu fazer novas amizades. “Espero crescer mais e mais junto com a empresa, para que eu possa ajudar naquilo que a empresa espera de mim e que a empresa possa me ajudar da forma que eu preciso, para ter mais qualidade de vida”.

Comentários

comentários