Uma reunião marcada para a manhã da próxima terça-feira (27), deverá esclarecer pontos do Projeto de Lei 662/17, que cria a Gratificação de Atividade Voluntária de Fiscalização de Trânsito e a Gratificação de Atividade Voluntária de Trânsito, no âmbito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). O projeto ainda institui a jornada de trabalho 12×36 e 12×48 horas.

Essa discussão foi confirmada durante audiência, nesta quarta-feira (21), entre o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), o vice-governador, Daniel Pereira (PSB) e o presidente da Associação dos Oficiais Policiais e Bombeiros Militares (Asof), tenente coronel Cristiano Lisboa.

“Vamos buscar mais informações, mais dados para que aprofundemos as discussões da matéria. É um processo natural, que ocorre no âmbito do Parlamento e que temos essa prerrogativa”, disse Maurão.

O vice-governador confirmou que estará presente à reunião. “Creio ser salutar estas discussões e vamos ampliar o debate, reunindo parlamentares, a direção do Detran e também o comando geral da Polícia Militar. Eu também estarei presente para contribuir com o debate”, afirmou.

De acordo com a mensagem 106, do Executivo, o projeto pretende incentivar a participação de maior contingente nas operações “Lei Seca”, com a participação voluntária de servidores do Detran e das polícias Civil e Militar, nos seus períodos de folga.

Eranildo Costa Luna

Comentários

comentários