Tramita na Câmara dos Deputados projeto de autoria da deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), que torna obrigatória a divulgação de mensagem de incentivo à doação de sangue em produções cinematográficas patrocinadas pelo governo federal.

A obrigação valerá para as produções de curta e longa metragem que recebem incentivo fiscal, por meio de apoio financeiro, ou qualquer outro tipo de patrocínio público do governo federal, da administração direta ou indireta.

De acordo com a parlamentar, que é segunda secretária da Câmara, a mensagem deverá ter no mínimo 30 segundos, conter a frase “Doe Sangue” ou “Doação de Sangue” e ser exibida em destaque, juntamente com os outros patrocinadores, que são divulgados no início ou no final do filme.

Conforme a matéria, a divulgação de mensagem deverá ocorrer nas salas de cinema, nos DVDs, em teatros e em todos outros meios de veiculação da obra.

Mariana Carvalho que também é médica, ressaltou que a proposta visa incentivar a doação de sangue, aumentando assim os estoques em todos os hemocentros, para auxiliar nas mais diversas cirurgias e transfusões necessárias no cotidiano dos hospitais.

“É muito importante à população ser motivada para praticar esse ato de cidadania e amor ao próximo”, diz a congressista sobre a doação de sangue que embora seja fundamental para salvar vidas, ainda precisa de incentivo. “Quanto mais divulgarmos esse tema, mas pessoas vão se interessar e ajudar quem precisa”, destaca ela.

O projeto prevê que os produtores cinematográficos de longa ou curta metragem que desobedecerem à medida ficarão, pelo período de dois anos, impedidos de receber qualquer tipo de financiamento público para a produção de novas obras ou filmes. Além disso, deverão restituir ao erário o valor arrecadado para o filme apresentado sem a mensagem.

Comentários

comentários