Parlamentar discutiu as demandas da instituição e propôs parcerias com a ALE

Universidade pública de qualidade. Esse é objetivo do deputado Léo Moraes (PTB) em conversa com o reitor Ari Ott da Universidade Federal de Rondônia (Unir). Na ocasião foram discutidas quais necessidades enfrentadas pela Instituição.

Ari Ott relatou ao deputado a crise que atinge as universidades federais brasileiras e as dificuldades que os cortes no orçamento acarretam. “É imprescindível que os poderes trabalhem juntos, para buscar alternativas e superar as adversidades da Unir. Com isso, garantimos a qualidade do ensino público superior, ” explicou o reitor.

Outro assunto debatido durante o encontro foi a criação de um centro de pesquisa e tratamento de doenças raras. O projeto está em andamento pela Unir. Segundo o reitor, em Rondônia, cerca de 1100 pessoas sofrem de alguma doença rara e não têm tratamento adequado.

“A Unir tem grandes projetos que podem beneficiar à população em diversas áreas como saúde, educação, infraestrutura. Essas ações precisam ser apoiadas para que elas saiam do papel. A instituição, por exemplo, precisa de espaço físico para acomodar as propostas desenvolvidas” explanou Léo Moraes.

O parlamentar demonstrou apoio à Universidade e já encaminhou as demandas ao presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB). Uma das propostas é com a mudança para o prédio novo da ALE, ceder parte do prédio atual para que a Unir instale o Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ), atendimento psicológico as famílias carentes e outras atividades de assistência para beneficiar a população.

Comentários

comentários