O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Nova Brasilândia do Oeste, instaurou inquérito civil público para apurar irregularidades em relação a estrutura material e humana disponibilizada pelo Estado para garantir a segurança na Comarca, especialmente em relação ao número de policiais em efetivo exercício nos municípios de Nova Brasilândia do Oeste, Novo Horizonte e Distrito de Migrantinópolis.

Na portaria de instauração do inquérito, a Promotora de Justiça Analice da Silva ressalta que o reduzido número de policiais em efetivo exercício revela um cenário preocupante, pois as equipes plantonistas são formadas por apenas uma guarnição composta geralmente por dois policiais militares na patrulha ostensiva e um policial no setor operacional/administrativo. Relata ainda a falta de estrutura material para atendimento das atividades da Polícia Militar, entre outras irregularidades.

Assessoria de Comunicação – ASCOM

Comentários

comentários