Depois de muitos anos, Porto Velho volta a ter uma cadeira no Conselho de Administração da Suframa, a Superintendência da Zona Franca de Manaus. A decisão foi confirmada nesta quinta-feira (25/7), durante a 287ª reunião ordinária do colegiado, que contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro, ministro Paulo Guedes e do prefeito Hildon Chaves, entre outras autoridades.

Chaves pleiteava esse feito desde o início do seu mandato, por entender que desta forma, poderá contribuir de maneira ainda mais efetiva para com o desenvolvimento do município. Essa vontade foi ampliada com a visita do superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, há poucos dias, que o convidou para a reunião em Manaus.

Na ocasião, Menezes destacou o potencial produtivo de Rondônia e de Porto Velho, especialmente pela importância da nossa economia oriunda do agronegócio e a posição geográfica estratégica da capital rondoniense para o escoamento da produção e, consequentemente, para o desenvolvimento da Amazônica como um todo.

Conforme ficou decidido pelo CAS, o Conselho de Administração da Suframa, Hildon Chaves é o membro titular do colegiado, tendo como suplente o seu assessor de governança, Agnaldo Nepomuceno.

Outros temas

Dentre outros assuntos tratados na reunião, especialmente por Bolsonaro e Guedes, a pavimentação de trechos da BR-319, regularização fundiária, maior equilíbrio entre preservação da Amazônia e desenvolvimento, o fortalecimento da Suframa para atender melhor os demais estados do Norte, desburocratização para aprovar projetos básicos e implantação de novas empresas, visando gerar mais emprego e renda para a região.

Comentários

comentários