Evento realizado pela Federação de Empresas Juniores do Estado de Rondônia, contou com presença de empresários juniores da capital de Rondônia e de outros municípios.

Mais de 60 empresários juniores de Porto Velho, Cacoal, Pimenta Bueno, Rolim de Moura e Ji-Paraná estiveram presentes no Conexão Fejero, realizado no dia 7 de dezembro, em Cacoal. O evento promovido pela Federação de Empresas Juniores do Estado de Rondônia, teve como objetivo fomentar e disseminar o movimento empresa júnior. A Sicoob Credip participou do evento, ministrando uma palestra sobre cooperativismo.

Empresa Júnior é uma associação civil sem fins lucrativos de cunho educacional, formada e gerida por alunos de curso superior. De acordo com a Fejero, Rondônia tem dez empresas juniores federadas.

“O Conexão Fejero é o nosso encontro anual, onde reunimos todas as empresas juniores já federadas e as que ainda estão iniciando este processo. No evento falamos sobre nossos propósitos, valores, empreendedorismo e também convidamos parceiros para dar uma capacitação sobre vendas e gestão a essas empresas juniores que já estão funcionando”, explicou a presidente executiva da Fejero, Odaisa Duarte.

A Sicoob Credip foi uma das empresas participantes do evento. O gerente, Giovane Alves Costa, bateu um papo descontraído com os empresários juniores sobre cooperativismo.

“Ficamos felizes em receber esse convite pra falarmos um pouco de cooperativismo e os seus fundamentos para essa galera jovem, que está engajada nesse movimento empresarial. Também conversamos sobre como funciona uma cooperativa de crédito e os valores que a norteiam”, disse Giovane.

O acadêmico do curso de engenharia de produção da Universidade Federal de Rondônia, Kenny Almeida, é diretor da empresa júnior Máxima Consultoria JR, que presta alguns serviços como consultorias na área de produção. Ele conta que a iniciativa possibilita ao acadêmico uma experiência profissional já durante a graduação.

“É muito bom participar do movimento empresas juniores, porque antes de se formar, você já tem esse contato com o mercado de trabalho. Dessa forma, é possível aumentar o networking e até mesmo melhorar a postura empresarial. Então todo o seu comportamento vai sendo moldado e acaba melhorando muito mais a performance profissional”, acredita Kenny.

As consultorias e serviços prestados pelas empresas juniores são acompanhadas por professores das instituições. “O papel da Fejero é dar todo o suporte necessário para a fundação da Empresa Júnior (EJ). Uma vez federada, essas EJ precisam atingir metas fixas de projetos, faturamentos, entre outras atividades”, esclareceu o diretor de expansão da Fejero, Luan Neves.

Comentários

comentários