Troca de Toffoli por Fux pode transformar posicionamentos do Supremo, que deverá receber dois novos nomes

O Supremo vai dar uma guinada em 2020. Dias Toffoli será substituído na presidência pelo ministro Luiz Fux, que assume em setembro, trazendo a expectativa de novos tempos, especialmente de maior transparência. Além disso, até o final do ano o decano Celso de Mello se aposenta. Bolsonaro deverá indicar Moro?

Comentários

comentários