Waltenberg discorreu pouco sobre sua vida, mas afirmou a dificuldade da decisão, dizendo que o ambiente honrado, seguro e de muito estudo lhe trouxe tranquilidade por mais de 35 anos

O Desembargador Walter Waltenberg Silva Junior, do Tribunal de Justiça de Rondônia, comunicou a seus pares, durante sessão administrativa realizada nesta data, a entrega de seu pedido de aposentadoria voluntária ao presidente da Corte, desembargador Paulo Kiochi Mori.

Waltenberg discorreu pouco sobre sua vida, mas afirmou a dificuldade da decisão, dizendo que o ambiente honrado, seguro e de muito estudo lhe trouxe tranquilidade por mais de 35 anos. “Devo afirmar, senhor presidente, que esse pedido se deve a uma vontade muito grande de empreender, que se revela neste momento maior do que o desejo de exercer a jurisdição”.

Lembrando de suas experiências no campo do agronegócio, Waltenberg afirmou que a política é um terreno diferente, e o que parece certo hoje, pode não acontecer amanhã. Esta aposentadoria, portando, não está ligada a qualquer pretensão política, mas exclusivamente à vontade de continuar administrando, ressaltou.
O pedido agora será sorteado a um relator, e deve ser apreciado pelo Pleno nos próximos 15 dias.

Comentários

comentários