IMAGEM ILUSTRATIVA

O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (6) o balanço dos casos de novo coronavírus no Brasil. Foram 615 mortes confirmadas em 24 horas, o recorde até agora. Foram 10.503 casos novos confirmados, também o maior aumento diário desde o início da pandemia. O País soma 8.536 mortes e 125.218 casos confirmados. Segundo o ministério, 65.312 pacientes estão em acompanhamento (52,2%) e 51.370 pacientes estão recuperados (41,0%). O ministro da Saúde, Nelson Teich, avaliou que os números, que apontam recorde diário de registros de mortes e de casos, sinalizam que o Brasil ainda não está em uma curva descendente e que os cuidados precisam ser mantidos.

Teich disse que não é “contra ou a favor” a adoção de bloqueios totais (lockdown), e admitiu que eles podem ser necessários em algumas situações. “Vai ter lugar em que o lockdown é necessário, vai ter lugar em que eu vou poder pensar em flexibilização. O que eu preciso é que a gente pare de tratar isso de uma forma radical”, disse.

São Paulo é o Estado com mais casos e mortes: 37.853 casos e 3.045 mortes.

Comentários

comentários