Um dos investigados é servidor do Detran.

O Núcleo de Combate à Defraudações realizou na manhã desta quarta-feira(22), a operação “Loan” em ação contra os crimes de estelionato, falsificação de documentos, corrupção ativa e passiva e associação criminosa em Porto Velho-RO e deu cumprimento a cinco mandados de busca e apreensão.

Segundo o delegado titular do Núcleo de Combate às Defraudações, Swami Otto, o grupo criminoso atuava com falsificação de documentos para empréstimos consignados em nome de servidores públicos sem o consentimento destes.

Conforme o apurado o prejuízo às vítimas é aproximadamente R$ 740.791,68 e poderia ter chegado a 1,5 milhão de reais. Os indícios são de que o grupo falsificava Carteira Nacional de Habilitação – CNH para fazer os consignados. Eles utilizavam os dados de funcionários do Estado, abriam contas falsas usando o nome dos servidores para empréstimos. Um dos investigados é servidor do Departamento Estadual de Trânsito – Detran.

O nome da Operação Loan, vem do termo em latim que significa “empréstimo” também usado na língua inglesa e faz referência ao modo de ação da associação criminosa para obtenção de vantagens indevidas, cometendo os crimes de Estelionato, Falsificação de Documentos Públicos, Corrupção Ativa e Passiva e Associação Criminosa.

Comentários

comentários