Um levantamento do G1 nacional mostra que que Rondônia está entre os estados brasileiros que menos investiu recursos em saúde durante a pandemia da Covid-19.

De acordo com os números do levantamento, 18 dos 27 estados do país, aplicaram mais do que o mínimo de 12% em saúde estipulado pela lei. Rondônia ocupa décimo sétimo em investimentos. O estado aplicou durante a pandemia 12,01% considerando os recursos provenientes da Receita Corrente Líquida (RCL).

A RCL é o somatório das receitas tributárias, de contribuições, patrimoniais, industriais, agropecuárias, de serviços, transferências correntes, deduzidos, principalmente, os valores transferidos.

Minas Gerais é o estado que menos investiu em saúde neste ano, considerando os recursos provenientes da Receita Corrente Líquida (RCL). No primeiro semestre, quando se preparava para o pico da Covid-19, o governo aplicou R$ 1,9 bilhão, o que corresponde a 7,76% da RCL.

Comentários

comentários