MERS virus, Meadle-East Respiratory Syndrome coronovirus, 3D illustration


O coronavírus ainda é um grande perigo. Portanto, que se mantenham todos os cuidados e o maior distanciamento possível

Não há nada a comemorar, ainda, mesmo em Porto Velho, onde o número de mortes zerou por três dias, nessa semana. O número de contaminados pelo coronavírus continua muito alto, também na Capital, mesmo que, por aqui, a doença tenha arrefecido. Mas ela está ainda muito forte no interior, onde, aliás, se tem registrado um número de óbitos bastante acentuado, proporcionalmente às pequenas populações de algumas das comunidades interioranas, entre as mais atingidas pela Covid 19, nesse momento. Até a noite de sexta, por exemplo, já tínhamos 57.353 infectados, 48.794 recuperados (chegando perto da faixa dos 85 por cento de pessoas salvas da doença, mas, infelizmente, já computávamos 1.172 óbitos. Entre a quinta e sexta, aumentaram em 735 os casos de infectados, dos quais 130 (menos de 19 por cento) em Porto Velho. Houve sete mortes, segundo a Sesau. Já no Boletim do sábado, o de número 171, mais casos registrados: 57.865, ou seja, mais 513 casos em 24 horas, com 49.029 recuperados; mais seis mortes, totalizando agora 1.180 óbitos, oito mortes a mais em 24 horas. Ainda estão internados em leitos comuns e UTIs, nada menos do que 320 pacientes. O coronavírus ainda é um grande perigo. Portanto, que se mantenham todos os cuidados e o maior distanciamento possível.

Comentários

comentários