‘Se for fake news, não transmita’, diz campanha do TSE

Na campanha eleitoral Cristiane Lopes mostrou as antigas instalações como se fossem as atuais

A candidata Cristiane Lopes criticou duramente as instalações do Instituto de Previdência e Assistência Municipal (Ipam), certamente por não saber que o Ipam mudou de endereço faz tempo. A vereadora começa o vídeo da propaganda eleitoral gratuita dizendo que “infelizmente o maior patrimônio do servidor público municipal está sucateado por incompetência”, estranho porque ela ( Cristiane Lopes) deveria como vereadora eleita e recebe muito bem não fiscalizou até hoje será só porque é candidata agora mesmo de forma “eleitoreira” quer enganar o povo de Porto Velho.

 

A vereadora candidata gravou o vídeo em frente às instalações onde o Ipam funcionou durante anos, um prédio feio e antigo. A assessoria da candidata não deve ter informado a ela que houve mudança no endereço (fato que ela como Jornalista, apresentadora deveria saber). O Ipam foi retirado da rua Venezuela, próximo da Câmara de Vereadores, e agora está funcionando à avenida Carlos Gomes, no antigo shopping, um prédio com excelente visual.

As declarações da candidata Cristiane Lopes atingiram os servidores do instituto, que tem como presidente um técnico de carreira do Tribunal de Contas. O programa eleitoral dela pode ser retirado do ar por passar informações falsas, bastando que aconteça uma denúncia e parar com este “fake news” para enganar o povo portovelhenese a a Justiça Eleitoral.

video

O Ministério Público do Trabalho (MPT) havia assinado um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com a prefeitura, prevendo a mudança de endereço do Ipam. Não consta que a vereadora Cristiane Lopes tenha cobrado o cumprimento do TAC, provavelmente por desconhecer que ele existisse mais uma vez deixando de cumprir o exercicio do seu mandato no Poder Legislativo Municipal, mas só agora no período eleitoral traz “fake news” em plena propaganda eleitoral gratuita, vale a pena lembra que o TSE está fazendo campanha contra tal procedimento no intuito de ludibriar os eleitores.

A prefeitura cumpriu o TAC e mudou o endereço, facilitando o acesso dos funcionários públicos atendidos pelo Ipam e também o trabalho dos servidores do órgão. Aparentemente a vereadora candidata a prefeita não ficou sabendo nem mesmo das tratativas da prefeitura com o MPT.

O nome da coligação de Cristiane Lopes é “Juntos por amor a Porto Velho”. Esse tipo de amor parece estar distante da realidade.

Já dizia um filosofo contemporâneo “Quem ama trai e engana”…

Comentários

comentários