Aparentemente o deputado candidato decidiu investir pesado na Banda do Vai Quem Quer

Está chamando a atenção do fato de a candidata a vereadora Siça da Banda contar com R$ 100 mil para sua campanha a vereadora. Siça, a atual esposa do deputado Eyder Brasil (PSL), por algum motivo teve acesso a uma grande quantia em dinheiro. Outros candidatos do partido não tiveram a mesma sorte de cair nas graças dos dirigentes da legenda.
Eyder Brasil é aquele deputado que tinha uma esposa religiosa e discursava contra o auxílio moradia para político que morasse em Porto Velho. Tempos depois de tomar posse ele trocou a esposa religiosa pela dirigente da Banda do Vai Quem Quer e passou a não reclamar do auxílio moradia que recebe todos os meses junto com o salário.
Não queremos entrar na vida particular do candidato, e sim mostrar que ele mudou o foco em relação à busca de eleitores. Deixou um pouco de lado a Igreja e foi garimpar no carnaval de rua.

As críticas devido ao valor destinado à candidatura de Siça da Banda são muitas, mas paralelamente a isso Eyder Brasil toca sua campanha normalmente como se isso fosse algo natural.

Apesar de se dizer bolsonarista, o deputado candidato a prefeito é acusado de ter plagiado o plano de governo de um petista. Em vez de defender a família ele colocou um pé em uma banda de carnaval muita conhecida.
Devido a essas mudanças opositores estão assegurando que o bolsonarismo do deputado candidato seria somente fachada, e seu coração seria mais vermelho do que o Boi Garantido, de Parintins

Está chamando a atenção do fato de a candidata a vereadora Siça da Banda contar com R$ 100 mil para sua campanha a vereadora. Siça, a atual esposa do deputado Eyder Brasil (PSL), por algum motivo teve acesso a uma grande quantia em dinheiro. Outros candidatos do partido não tiveram a mesma sorte de cair nas graças dos dirigentes da legenda.
Eyder Brasil é aquele deputado que tinha uma esposa religiosa e discursava contra o auxílio moradia para político que morasse em Porto Velho. Tempos depois de tomar posse ele trocou a esposa religiosa pela dirigente da Banda do Vai Quem Quer e passou a não reclamar do auxílio moradia que recebe todos os meses junto com o salário.
Não queremos entrar na vida particular do candidato, e sim mostrar que ele mudou o foco em relação à busca de eleitores. Deixou um pouco de lado a Igreja e foi garimpar no carnaval de rua.

As críticas devido ao valor destinado à candidatura de Siça da Banda são muitas, mas paralelamente a isso Eyder Brasil toca sua campanha normalmente como se isso fosse algo natural.

Apesar de se dizer bolsonarista, o deputado candidato a prefeito é acusado de ter plagiado o plano de governo de um petista. Em vez de defender a família ele colocou um pé em uma banda de carnaval muita conhecida.
Devido a essas mudanças opositores estão assegurando que o bolsonarismo do deputado candidato seria somente fachada, e seu coração seria mais vermelho do que o Boi Garantido, de Parintins.

Comentários

comentários